Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Memórias Doces

Da minha infância longe eu me lembro de pouquissímas recordações, salvo à daquele pipoqueiro na porta do matinê do cinema.

Me lembro bem do seu cheiro, cheiro de amor, de caramelo, de aventura, de queijo com baicon... me lembro do seu sorriso que me indicava se as vendas estavam indo bem ou não, me lembro do seu olhar, de suas mãos sempre atentas para que as pipocas não caíssem do saquinho...

Um dia ele sorriu diferente para mim e eu posso até arriscar dizer que colocou um pouco mais de pipoca no meu saquinho, foi o dia do meu primeiro beijo, naquele mesmo cinema, quando eu sai ele não estava mais lá, talvez tenha ido pra casa ou pra qualquer outro lugar...

Me lembro dos olhos dele, olhos que pareciam ver além, das memórias infantis a dele é a mais nítida, a que sempre me vem em mente, nunca soube o seu nome nem nada do tipo. Só sabia, desde quando ainda era uma criança ingênua, que ele era inteiramente feliz ali, naquela fila, porque olhando nosolhos dele eu via a felicidade que nunca tinha visto nos olhos de nenhum outro homem.
Taynná Monteiro Gripp
Enviado por Taynná Monteiro Gripp em 21/08/2006
Código do texto: T221912
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Taynná Monteiro Gripp
Alto Jequitibá - Minas Gerais - Brasil, 27 anos
94 textos (11256 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 05:54)
Taynná Monteiro Gripp