Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O HOMEM NA ESCADA

Parou-me na escada, um senhor de brancas cãs , de rosto ossudo  e pouco cabelo . Tomei de inicio  por alguns dos muitos  que usavam aquela escada . Talvez fosse até um dos andares  da pequena repartição .
Parou-me  o homem  na escada da repartição . Não havia  como saber quem era >Tomariamos por tantos , seria mais um rosto , mais um corpo sem nome, sem história, alguem .
Parou-me o homem , na escada da reparttição . A escada  de pedra desbastada  por tantos pés . pesados , leves , de criança , de velho de adulto.
Parou-me o homem  na escada da repartição . Caminho  iluminado  , porta corta- fogo . Como silencioso era o homem  que me parou na escada da repartição .
Olhou-me nos olhos  e não disse nada . Era somente  o segundo andar . Será que se cansara?  Somente um pouco  estaria no ultimo andar .
Olhou-me nos olhos , o homem que me parara na escada do segundo andar da repartição . Não disse nada  e nada me perguntou . Ficamos quietos por alguns instantes .
Ele  olhou e parou . Soltou meu braço . Olhou-me triste , balançou a cabeça , empurrou a porta e saiu .
Fiquei ali, parado, na escada da repartição .
grotius
Enviado por grotius em 22/08/2006
Código do texto: T222232

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
grotius
Santo André - São Paulo - Brasil, 61 anos
444 textos (16460 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 16:58)