Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Secando o seu voto!

Aproxima-se mais uma eleição majoritária e novamente ouvimos a cantilena hipócrita e demagógica das aves rapineiras de plantão. Um dos temas mais usados pelos políticos é o combate ao flagelo periódico das secas nordestinas.
A seca é um fenômeno climático periódico e previsível. Não há como mudar esse determinismo natural. Os efeitos deletérios e catastróficos da estiagem prolongada são problemas sérios que afligem milhares de pessoas, causando mortes, prejuízos econômicos imensos,desolação, sofrimento e empobrecimento ao povo sertanejo. A solução para controlar tal dilema é eminentemente uma decisão político-governamental integralizada nos três níveis do poder público, combinada com uma rede intersetorial de organizações e instituições oficiais, privadas, ong's, universidades e centros de pesquisas, conectadas no sentido de amenizar o impacto do fenômeno e desenvolver políticas públicas permanentes de combate à estiagem. Políticas para diminuir a desertificação regional com o reflorestamento utilizando espécimes nativas da região, proteção dos mananciais aqüíferos, plantio de mata ciliar no leito dos rios, construção de barragens,açudes e depósitos domésticos de água para captação e armazenagem da precipitação pluvial. Investimento pesado na educação com ênfase na construção da cidadania e na consolidação da democracia. Demolição do arquétipo do latifundiarismo improdutivo com uma reforma agrária consistente, sem pirotecnismo eleitoreiro nem, tampouco, excessos de ímpetos maoístas e/ou chavistas. Desmantelamento do processo de captação criminosa de verbas públicas para serem utilizadas em projetos particulares ou inexistentes, enriquecendo inescrupulosos poderosos que alimentam-se e procriam-se com a infame indústria da seca. Programas de assistência agro-técnica para a fixação do sertanejo em sua terra. Só assim teríamos uma chance de modificar essa trágica e cruel realidade que sempre presenciamos regularmente.
Outros países fizeram o mesmo e hoje colhem os frutos da honestidade e da probidade administrativa que lhes permitiram perenizar rios, fixar o homem no campo, otimizar colheitas e aumentar o rendimento agrícola. Esse países venceram , sobretudo, porque investiram na educação e na formação dos seus cidadãos; e coube ao povo soberano e esclarecido a escolha do seu próprio destino. 

Imagem: Os Retirantes de Cândido Portinari.
Edmar Claudio
Enviado por Edmar Claudio em 22/08/2006
Reeditado em 23/08/2006
Código do texto: T222839
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edmar Claudio
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil
217 textos (25400 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 16:29)
Edmar Claudio