Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A VÁRZEA


Era fascinante passear pela várzea. À distância, via-se o tapete verde que revestia o solo. À medida que se aproximava podia-se saborear o espetáculo dos olhos d’água com os córregos de águas transparentes rasgando a superfície da terra sob as copas imensas das árvores frutíferas, especialmente das mangueiras que abrigavam ninhos e pássaros que entoavam verdadeiras sinfonias, provavelmente louvando ao Deus Criador por tão bela dádiva.

A vista do Serrote, sobretudo da Pedra do Urubu, dali, era magnífica. A bela paisagem era como remédio para meus olhos e para meu coração.

Havia ali banheiros públicos em que os moradores da cidade iam banhar-se.

Recordo-me também de que algumas mulheres ali lavavam roupas, embora a maioria delas o fizesse no Tanque que ficava logo adiante, próximo á cacimbinha, no caminho da Nascença

Era muito divertido brincar naquele lugar encantador, chupando mangas sob os cuidados de Teresa, a babá, que nos acompanhava nos passeios.







marineusa
Enviado por marineusa em 26/08/2006
Código do texto: T225404

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (marineusantana@hotmail.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
marineusa
Brejo Santo - Ceará - Brasil, 71 anos
1726 textos (322835 leituras)
39 áudios (29269 audições)
18 e-livros (9104 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 09:56)
marineusa