Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A ESCALADA DO TEMPO

             
Crescemos juntas, Brejo Santo e eu. Escalamos ano a ano, os degraus do tempo. Olho para trás e analiso as semelhanças e as diferenças entre o ontem e o hoje. Tento entender os sentimentos de cada filho que passou por tua administração, de cada pessoa que colaborou com teu crescimento e sinto com eles o amor que cada um dedicou e dedica a ti.

Sempre foste acolhedora e por isso adotaste muitos filhos que não nasceram das tuas entranhas, mas, te amam como mãe natural, colaboraram com teu progresso e se sentem felizes com tua grandeza.

És jovem, bonita e continuarás a crescer. Eu, porém, já não posso acompanhar-te nesta caminhada. Como todo ser humano, nasci, cresci, amadureci e agora envelhecerei para daqui a pouco morrer. Este é o ciclo natural da vida humana. Não que me sinta velha. Sei que já não tenho aquele belo corpo, que meus cabelos começam a pratear e que as rugas já marcam minha fisionomia. Porém, sinto-me mentalmente jovem, capaz de realizar todas ou quase todas as atividades, talvez com mais perfeição pela experiência acumulada ao longo dos quase cinqüenta e sete anos vividos.

Sou feliz por ser tua filha, terra querida, por ter convivido todos esses anos contigo e por ter contribuído um pouco com tua educação e cultura.
Amo-te!!!
marineusa
Enviado por marineusa em 29/08/2006
Código do texto: T228018

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (marineusantana@hotmail.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
marineusa
Brejo Santo - Ceará - Brasil, 71 anos
1726 textos (322768 leituras)
39 áudios (29264 audições)
18 e-livros (9104 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 20:04)
marineusa