Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

                    As eleições revelarão a identidade da nação. 

     Tenho acompanhado atentamente o desenrolar da política, ou melhor, este ano tenho acompanhado de perto a nossa classe política, e a medida que posso tenho exposto meu pensamento a todo o cenário, deste a movimentação no poder legislativo e executivo. Acompanhei a CPMI dos Correios, a CPI dos bingos e do Mensalão, os julgamentos dos deputados no Conselho de Ética. Enfim, todo este triste quadro em que vive a política brasileira. 

     É lamentável e não da para não enojar de tudo que vemos e ouvimos. Da mesma forma não da para dizer que a população não está a par de tudo que está havendo. São denuncias e mais denuncias. A mídia todos os dias traz aos lares, através da televisão, do rádio, dos jornais impressos, revistas, etc. É uma verdadeira avalanche de denuncias. 

     É muita informação chegando para a sociedade de todos os níveis sociais, culturais. Jovens, adultos têm informações precisas desta forma não se pode dizer que as pessoas estão desinformadas e assim,  podem errar novamente escolhendo estes mesmo políticos que são promotores desta enorme corrupção no país. 

     Lembro-me que no inicio dos escândalos dizia que está eleição seria atípica e que no período do pleito eleitoral toda a sujeira seria novamente exposta. Não somente está se confirmando como novas outras falcatruas estão surgindo. 

     Pois bem, na ocasião, numa de minhas crônicas dizia que este ano as eleições certamente revelariam qual a verdadeira sociedade que desejamos. A sociedade que quer políticos éticos e sérios? Ou prefere a roubalheira e agir completamente omissa a ética, a seriedade no manuseio das coisas públicas. 

     Na verdade a  eleição vai de fato revelar ou deixar cair a mascara de cada um de nós eleitores e certamente, nos obrigar a manter-se calado com todos os atos de corrupção no país se fizermos a opção em reconduzir todos estes que roubaram seja direta ou indiretamente, seja no poder legislativo ou no judiciário. 

     Este pleito vai de fato revelar a verdadeira identidade do país, da nação. Uma nação completamente heterogênea e que tem hoje em suas mãos o direito de escolher entre a ética na política ou aceitar sendo concordante com tudo que está acontecendo de corrupção. Avalizar a corrupção. 

     Quando determinada pessoa comete um crime e vai a júri popular a defesa e a acusação expõe todos seus argumentos tanto para condenar quanto absolver o réu, o júri que ali está representando a sociedade diante os fatos condena ou não. Enfim, é a sociedade quem decide a história daquela pessoa. Da mesma forma, hoje a sociedade é o corpo de jurado neste pleito eleitoral, pois, estamos diante desta escolha. A sociedade está julgando milhares de pessoas que roubaram o nosso país, que destruíram nossa pátria e caberá a todos nós esta decisão. 

     Esta eleição, muito mais que escolher novos representantes que irão conduzir o país por mais quatro anos, estaremos também expondo a nossa conduta ética, nos revelando. 

     Como iniciei a crônica, toda a sociedade tem informações exatas de tudo o que ocorreu e está ocorrendo, todos àqueles que quiserem podem ter acesso ao nome dos deputados e senadores que estão envolvidos nas mais diversas formas de corrupção. 

     Desta forma a sociedade não é vitima, mas sim a partir deste pleito ela passa a ser a responsável por tudo o que vier ocorrer nestes próximos quatro anos. 

     Acredito que até os sanguessugas caso retornem ao Congresso Nacional seus processos  de decoro devem ser arquivados, pois a sociedade é soberana e ela quem os absolveu, não cabendo o direito do congresso nacional os cassarem.
Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 30/08/2006
Reeditado em 30/08/2006
Código do texto: T228759
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Ataíde Lemos
Ouro Fino - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
5266 textos (1218874 leituras)
5 e-livros (11751 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 22:22)
Ataíde Lemos

Site do Escritor