Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Encontro Familiar

Véspera de feriado e lá vem os tais encontros de família... legal, legal de mais encontrar velhos parentes, alguns primos que você não vê desde as últimas férias...

Mas, o problema mesmo é quando se nasce em uma família tão grande e numa cidade tão pequena onde todos (absolutamente!) são parentes...

O lado bom: você sempre tem um primo super lindo pra qual não foi apresentada e que é um prazer conhecer....

O lado péssimo: você sempre tem um parente de sei lá que gral que te olha como se você ainda fosse aquela criança que ele pegou no colo e que está louco pra ser reconhecido...

De experiência própria, não tem nada pior do que um senhor que aparenta lá os seus noventa anos, olhando pra você e dizendo: "Como você cresceu... era tão catarrenta quando era pequenina.... lembra de mim não lembra?". Juro que não sei pra que eles perguntam...

Aí você olha pra ele ali na sua frente, cabelo grisalho, bengala na mão... acaba ficando super sem graça de dizer que não...

"Pois é... faz tempo né.... agora eu já tô bem crescidinha...."

Pra piorar, já perceberam que quando as grandes revelações do dia estão pra acontcer tem alguém que não poderia em hipótese alguma escutar aquilo. Geralmente é seu pai( quando vão contar que você foi pro baile tal e bebeu todas), ou então seu namorado ( falar dos ex...), ou até mesmo aquele primo que você estava afim e que depois de saber que você mamou até dez anos e que fazia xixi na cama sempre não vai olhar pra você no restante do feriado...

Conversa que sempre acontece quando vou com as amigas ou o namorado  aos encontros da minha família:

"-Oi minha lindinha( só aí o mico já deu...), nossa, mas você está engordando hein..."
(Precisava mesmo lembrar... aí você dá uma risadinha sem graça e se prepara pra dar no pé, mas já é tarde, parou, tem que ouvir...)

"-Esse aí quem é?" - namorado, respondo.
"-Mas outro? Outro dia mesmo você namorava o fulano... assim vai acabar ficando falada...." (Assim vou acabar ficando solteira....)
"-Olha -falando com meu acompanhante- espero que você esteja cuidando bem dela, você sabe né que ela tem brônquite, renite, cinusite...( e por aí vai a lista de doenças)
"-Por que você não foi visitar a tia nessas férias? Pode ir, tem sempre espaço.... ah, já sei - ela insiste em dar um sorriso misterioso - a tia não ficou chateada porque você fez xixi no meu colchão novo não, olha, eu sei que é só porque você tinha bebido muito...
Pronto, agora ele pensa que eu sou uma galinha, donte, mijona e pra piorar cachaceira.....

Feriado de Independência chegando já fiz um aviso ao meu namorado:
"-Na minha família ninguém regula muito da cabeça, poratanto não leve muito a sério ( por favor não leve nada a sério), eles gostam de inventar as coisas pra zuar com nossa cara....

Boa sorte pra mim no feriado que começa amanhã e só termina na segunda....
Taynná Monteiro Gripp
Enviado por Taynná Monteiro Gripp em 06/09/2006
Código do texto: T234148
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Taynná Monteiro Gripp
Alto Jequitibá - Minas Gerais - Brasil, 27 anos
94 textos (11258 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:19)
Taynná Monteiro Gripp