Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EIS AQUI O SER BRASILEIRO




O que e quem é o "SER BRASILEIRO"...
Osculos e amplexos,
Marcial

EIS AQUI O SER BRASILEIRO
Marcial Salaverry
 
Sete de Setembro está chegando, e os brasileiros de modo geral comemoram a data em que se celebra a proclamação da Independência do Brasil. Mas os que menos tem motivos para comemorar, são os que realmente podem ser chamados de autênticos brasileiros, embora todos os que foram nascidos no Brasil, são chamados de "brasileiro". Mas, como é esse ser, que pode se dizer, “Ser Brasileiro”.
Para definir na realidade o que é ser brasileiro, temos que voltar às nossas origens, lembrar de nossa História, de como os primeiros europeus aqui chegaram, e encontraram os autênticos “donos da terra” (agora ex-donos...), ou seja, os indígenas.
Há que se reconhecer que na verdade, o autêntico brasileiro, que pode ser assim considerado, por não ter sangue estrangeiro, é o índio puro, o silvícola,  que sempre aqui viveu.
O branco, quando aqui chegou, trouxe novos usos e costumes, e logo tudo e todos se misturaram.
Portugueses, franceses, espanhóis e holandeses, e mais quantos navegantes aqui chegassem, deram início à grande miscigenação.
Alguns vieram pacificamente, apenas pensando em trabalhar, e acabaram até constituindo famílias locais com as indígenas, começando o cruzamento de raças que iria formar o que se pode chamar de Brasileiro.
Outros vieram violentamente, apenas pensando em arrancar os benefícios que a nossa terra lhes poderia proporcionar, mas também acabaram deixando sementes aqui plantadas.
Depois vieram os africanos. Estes vieram forçados. Foram arrancados de seu torrão natal, e cruelmente escravizados. E com as escravas africanas os senhores feudais aumentavam mais ainda a mistura de nossa raça. Há que se dizer que as senhoras feudais também colaboravam para o crescimento da população inter racial, praticando o que pode ser chamado de autentica Democracia Sexual, sem conceitos ou preconceitos.
Todos os que aqui chegaram,  também foram adotados, pois a terra brasileira tem um grande coração. Não tem preconceito de cor, raça ou religião.  Aceitou como brasileiros, mamelucos, cafuzos, mulatos e mais quantos surgissem.
E depois, com o fim da escravidão, começou a grande imigração, completando o grande caldeirão, que seguiu cozinhando a grande sopa em que se transformou esta Nação.
E vieram alemães, poloneses, Italianos, asiáticos, árabes, gente do mundo inteiro.
Todos que aqui foram chegando e ao País se integrando, foram ficando, e solidamente suas raízes fincando, formando famílias. E apesar de alguns problemas trazidos de seus países de origem, acabaram aderindo à “Democracia do Amor”, e as diversas colônias acabaram fundindo-se umas às outras. Continuam mantendo o respeito às origens, adaptando seus usos e costumes à realidade brasileira, que faz com que todos vivam em comunhão de idéias e ideais, terminando por formar uma raça sui-generis, pois não existe um biotipo para definir o “Brasileiro”. Pode ser branco, negro, moreno, loiro, pardo, amarelo, mulato, enfim, pense em uma cor de pele, uma cor de cabelos, uma cor de olhos, e teremos um brasileiro.
E daqui a pouco, teremos que pensar em ET’s, pois se vierem, fincarão raízes, pois quem aqui chega, não consegue regressar, e quem daqui sai, sempre pensa em voltar. Pergunte a qualquer brasileiro que vive, ou que já viveu fora do Brasil.
E assim fica a dúvida, sendo difícil definir  “O que é ser brasileiro”, já que na verdade, seja nascido aqui, ou no estrangeiro, brasileiro é quem ama esta Terra Brasileira, e sua mística alma  hospitaleira...
“Minha terra tem palmeiras, onde canta o sabiá, as aves que aqui gorjeiam, não gorjeiam como lá”.
Palavras ditas por um brasileiro no exílio (Gonçalves Dias), e que refletem o que se passa na alma de todos que aqui vivem, e que por circunstâncias quaisquer saem do Brasil.
Quem for brasileiro, que confirme...
Enfim, ser brasileiro, é aquele ser que sabe SER BRASILEIRO, que ama seu País, e respeita suas Leis. E agora?
E vamos assim, ter UM LINDO DIA, festejando a Independência do Brasil, seja qual for a origem, credo religioso, ou time de futebol...

 
Marcial Salaverry
Enviado por Marcial Salaverry em 07/09/2006
Código do texto: T234626
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcial Salaverry
Santos - São Paulo - Brasil, 78 anos
19867 textos (1963611 leituras)
3 áudios (855 audições)
6 e-livros (2134 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:36)
Marcial Salaverry