Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

iluminando um verso

Uma mini crónica para dois poemas: ao deitar "desenho", ao acordar "iluminando um verso"; não penso em nada (limito-me), a escrever (o que pensei?).

1) desenho

a ideia
de transformar
as palavras em risco

em vários riscos
as deixo "eu" ficar...

com_o desenho d_um poema

2) iluminando um verso

nada é mais,
maravilhoso é
o assombro/(o) desassombro!

imaginem(-se) a ler
uma palavra sem sombra

iluminando um verso


Mim,
AO deitar, lembrei-me de teres dito teres escrito também "escrever", ao acordar foi/fui "iluminando um verso".
Assim
Francisco Coimbra
Enviado por Francisco Coimbra em 09/09/2006
Código do texto: T236120
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Coimbra
Portugal
785 textos (310483 leituras)
37 áudios (39565 audições)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:51)
Francisco Coimbra