Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

duas vezes

Hoje, durante o dia, abro uma excepção e escrevo "duas vezes".

'infinitas enquanto duram'

Para que havemos de escrever muito
se podemos escrever pouco
se_n_do felizes

na mesma proporção
das coisas

infinitas enquanto duram!?
Assim

{A primeira vez escrevi depois do poema, aqui continu(ei) o... escrevendo.}
Francisco Coimbra
Enviado por Francisco Coimbra em 09/09/2006
Código do texto: T236133
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Coimbra
Portugal
785 textos (310469 leituras)
37 áudios (39564 audições)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:47)
Francisco Coimbra