Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Rosa com espinhos

Quando o sonho acaba não acordo simplesmente! Vem o pesadelo antes de despertar... E eu devia saber que todo o sonho acaba!

Cada dia passo do sonho ao pesadelo! Tu consegues ser ambos sem que sequer alguma vez se misturem! Passas pelos extremos...
Amo-te e odeio-te! Estupidamente provo aquele sabor azedo do amor que me fazes sentir, enquanto te transformas na doçora do ódio!

Gostava de me conseguir desprender de ti! Despernder de mim! Desprender de tudo! Voltar a voar como sempre fiz...

Uma rosa com espinhos, bela e suave, doce e macia... Mas com picos ásperos e dolorosos, que ferem de cada vez que se fazem sentir! E deixam desgastantes mágoas que ultrapassam os limites das minhas veias!

Mas cada vez mais fazes perder a beleza da rosa que construímos, fazes com que ela perca a cor que a mantém bela, suave, doce e macia! Cada vez fazes crescer mais os espinhos que inevitavelmente me sangram freneticamente.

E de cada vez que descoloras a nossa rosa, que só nós construímos, esqueço as juras de amor perdidas no vento, deixo que as cartas de amor trocadas por palavras se queimem no estalar ruidoso de uma fogueira!

Consomes-me! O tempo, a alma e o amor! Não... Não consigo viver assim...

Minhas lágrimas secaram já de tão gastas que foram! Minhas lágrimas... que chorei só por ti evaporaram com o calor da fogueira solitária onde queimo nossas recordaçoes no estalar do fogo!

E agora sei o quanto preciso de uma nova fote! Uma fonte que guarde minhas lágrimas e não as deixe caír! Não, essa fonte não podes ser tu!

Como pode o amor ser tão doloroso como o rasgar suave dos dedos nos espinhos de uma rosa? Como pode o amor fazer arder as veias como o lume que estala numa fogueira? Como pode o amor deixar secar a fonte que me deixa chorar com o evaporar das lágrimas?

Esgotei tudo o que tinha...
Esgotei a minha esperança...
Esgotei-me a mim!
Sónia Granja
Enviado por Sónia Granja em 09/09/2006
Reeditado em 01/10/2006
Código do texto: T236466
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sónia Granja
Portugal
42 textos (2021 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:37)
Sónia Granja