Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A vaca e o precipício

Um dia desses li um livro de reflexões do renomado professor Damásio de Jesus- não poderia deixar de citá-lo- e me identifiquei com uma das histórias do livro.
 Falava de uma vaca, fonte de sustento de uma família bem pobrezinha. Certo dia, um sábio e seu discípulo visitaram a casa dessa família e verificaram que a única fonte de renda nesta casa era uma vaca leiteira- de onde tiravam todo o sustento da família.
O sábio nada falou, mas ao sairem desta casa, andaram alguns metros e avistaram a vaca próximo a um precipício. O sábio ordenou que o discípulo a empurrasse. Nada questionou e obedeceu ao pedido do sábio, empurrando a vaquinha no precipício. Depois do ato seguiram viagem, mas o discípulo não conseguia esquecer aquela família, que agora já não podia contar com a vaca como fonte de sustento.
Passado alguns anos, o discípulo regressa ao local onde se encontrava aquela família, e passando em frente a propriedade verificou que já não era a mesma de antes..
Pensou: -Nossa, essa propriedade não deve pertencer mais aquela família, pois está muito prospera, e como a única fonte de renda daquela família era a vaquinha eles passaram dificuldades e tiveram que vender a propriedade.  No entanto, vou adiantar para vocês, caro leitores. A propriedade que o discípulo avistou continuava sendo daquela família. Mas, o que aconteceu então, uma vez que antes
a família dependia apenas da vaquinha para sobreviver?
Quando a família perdeu a vaquinha eles descobriram que havia outros meios para ganhar a vida.
Falei no início que me identifiquei porque vivo um momento de escolhas- e como o professor Damásio expôs no livro- muitas vezes precisamos jogar nossa vaquinha no precipício.
A vaquinha pode ser um emprego frustante, um curso, um namorado, a vida que anda sem graça.. É preciso dar um UP? Manda a vaquinha para o brejo.
É isso.
Muitas vezes é preciso perder para ganhar! Nada está perdido quando existe coragem para recomeçar!





Juliana Jacinto
Enviado por Juliana Jacinto em 19/07/2010
Reeditado em 22/07/2010
Código do texto: T2388080

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Juliana Jacinto
Palmeira dos Índios - Alagoas - Brasil, 30 anos
165 textos (4132 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/11/14 19:28)
Juliana Jacinto



Rádio Poética