Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MADEIRAS LÁ EM CIMA

MADEIRAS LÁ EM CIMA

A feira Para o Móvel, preferi nomeá-la assim, contudo vamos reunir fornecedores da industria moveleira com o intuito de na segunda edição dobrar áreas de vendas- sendo que comprarei estupendos, magníficos, metros quadrados em um “ponto periférico” algo grande não confunda leitor com países periféricos, por favor, pois este conceito que vos cito neste instante é um empreendimento macroeconômico de primeira linha, pelo menos é o que almejo.
 Os expositores de número não sei direito, poucos se manifestaram, mas quem dera ter a metade de 400, o primo rico já está confirmado, eu sou o primo pobre que se contentará até com meia dúzia de gatos pingados, ainda bem que não sou capitalista de ortodoxos pré-conceitos se não já estava especulando o tamanho do prejuízo, estive há tempos lendo sobre o setor e me deparei que o mesmo se mantém aquecido através de vendas externas, tais triplicam nacionalmente, implícito nisso vi aí a possibilidade de ficar rico, mas sou tolo não é, devia ter tido essa idéia há dez anos atrás não agora, porém apenas 7 anos de idade eu tinha nem pensava na polissemia da palavra mesa e móvel era aqueles carros de fórmula um que eram dirigidos por Damon Hill e Jacques Villeneuve, nossa que introduções mesósticas bem no meio de meu texto.
 Voltando ao assunto o meu país querido apesar da merda em que está mergulhado é um grande fornecedor de matérias primas para este mercado além do mais é visto como corredor de exportações não nebuloso para os mercados europeus que não tem preços camaradas por lá, aliás, os asiáticos bem que poderiam mudar de lado, agora viraram capitalistas e a gente vai seguir um jeito yântrico de negociar, pois lá os preços estão discutíveis, amigo isso é inversão de calor, ou melhor, de hemisfério tá todo mundo louco e eu quero entrar nessa loucura, que lucro, hein!
  Para isso vai tracei meu plano de metas, o portfólio na mão, feed back, pesquisa de mercado, etc, são minhas armas de espionagem para se insertar numa tal de ForMobile e Fenavem uns desconhecidos que quero conhecer melhor.

Edemilson Reis
Enviado por Edemilson Reis em 13/09/2006
Código do texto: T238981
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edemilson Reis
Vespasiano - Minas Gerais - Brasil, 27 anos
332 textos (127533 leituras)
4 e-livros (593 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:31)
Edemilson Reis