Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Somos prisioneiros da vida.

Quantas vezes nos perguntamos sobre o que estamos fazendo aqui. Sobre a razão da nossa existência. Por que tanta dificuldades em nosso caminho?
As respostas existem. Se quisermos, realmente conhecê-las, precisamos fazer uma viagem interior.
E esta viagem nos remete a um passado bem distante, que muitas vezes não lembramos.
Porém, se examinarmos nosso comportamento de hoje, acabaremos por conhecer este passado, que nos parece tão longínquo. Mas, na maioria das vezes, não gostamos de levantar este véu, pois, intimamente, sabemos aonde estão as razões do nosso sofrer.
Sofremos por orgulho, pois nos progetamos melhor do que somos moralmente.
É duro de falar isso? É uma inverdade afirmar isso?
Em muitas ocasiões, buscamos levar vantagens sobre os que estão ao nosso redor. Não só familiares, mas todos aqueles, que de uma forma ou de outra, partilham da nossa vida.
Normalmente, só buscamos ser felizes a custa do outro. Não importa o preço a pagar, importa conseguir o que queremos, pois nos consideramos melhores do que aqueles que partilham da nossa existência. Egoísmo.Irmão do orgulho.
Somos prisioneiros de nós mesmos, de nossa prepotência, de nossa ignorância dos reais valores da vida.
Quando nos apercebermos que só colheremos o que semeamos, estaremos acordando para a grande oportunidade que ganhamos, com mais esta reencarnação.
Malene
Enviado por Malene em 15/09/2006
Reeditado em 23/09/2006
Código do texto: T240811
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Malene
Taquara - Rio Grande do Sul - Brasil
514 textos (34807 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:29)
Malene