Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

               Primavera sem Vivaldi

                       Rosa Pena


Entrarei nessa primavera sem rendas outonais. Despida totalmente das folhas amarelas, me abrirei nos botões que guardei para você.

Estarei manga da vez, amadureci ouvindo Vivaldi à espera dela e sua. Vou estar nua do gasto e do casto.

Recuperarei as gotas de suor do calor que perdi no verão do imaginei, onde o sol nos desenhava nas sombras de minha cortina. Abrirei as janelas e destruirei o cobertor que fingiu me agasalhar no inverno do talvez. Estarei muda, pois as palavras voarão com o vento que sairá de nossas bocas. Silêncios a dois, palavras ficam para depois.

                                      Ou viajei?

Quem sabe estarei folhas ao vento, eterna flor em semente, manga verde que não vinga, pingando de suor por não alcançar o mar, as dunas são maiores que meus pés, gritando de frio na manta da espera de uma estação que criei?

Existe primavera? Vivo na estação do não sei.
Rosa Pena
Enviado por Rosa Pena em 17/09/2006
Reeditado em 03/08/2008
Código do texto: T242444
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Áudio
Primavera sem Vivaldi - Rosa Pena
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Rosa Pena
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
960 textos (1419778 leituras)
48 áudios (24767 audições)
33 e-livros (29020 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:33)
Rosa Pena

Site do Escritor