Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fazer parte do 1º mundo exige exercer cidadania. 

     Diante do que está ocorrendo na política brasileira nestes últimos dias em relação as eleições, somos motivados a varias reflexões sobre a cultura da sociedade brasileira e colocar vários pontos de interrogações sobre algumas verdades culturais do seu povo. 

     O objetivo de qualquer nação é galgar rumo a respeitabilidade; atingir destaques no cenário mundial; estar sentado com os paises ditos mais civilizados; enfim, ser incluído nos grupo dos 7 (G7). O objetivo central dos paises subdesenvolvidos ou em desenvolvimento está na evolução rumo a um patamar mais elevado em sua categoria de respeitabilidade frente às super potencias mundiais. 

     Somente que existe um detalhe importantíssimo para que isto ocorra, e isto está relacionado a sociedade como um todo. Um país ele evolui e atinge novas conquistas a partir da evolução intelectual, de amadurecimento e consciência política de seu povo. Enfim, é adquirida pela da cidadania da sociedade. Uma conquista a nível de nação não ocorre por vontade de algumas pessoas, mas por um conjunto de fatores. 

     Infelizmente, o cenário político que estamos vendo e a reação de grande parte da sociedade através das pesquisas que vem sendo veiculadas após as ultimas denuncias de corrupção, especificadamente o caso da compra do tal dossiê, demonstra que estamos longe, muito longe da pretensão de sair sairmos do patamar de pais do terceiro mundo. 

     A sociedade brasileira está muito longe ainda de ser um país evoluído e consciente do que é cidadania, sendo assim, um país que embora tenha tudo para ser uma nação de destaque no cenário mundial, é totalmente atrasado. 

     Em qualquer nação onde o povo é mais evoluído em relação a cidadania, a pretensão deste governo a reeleição já teria sido desfeita. Pois, o que ocorreu neste ultimo escândalo é algo vergonhoso e que mereceria uma reação de imediata da sociedade de repudio, minando qualquer pretensão de reeleição do atual governo. 

     O episódio corrido (compra de um suposto dossiê) é muito sério. Não se trata de ser favorável a A ou B candidato. Se talvez fosse um ato feito pela oposição já seria um enorme escândalo. Porem, foi feito pelo candidato a reeleição, há dinheiro ilegal, não contabilizado. Em suma um dinheiro ilícito. Este crime cometido em si já tira a idoneidade do então candidato. Temos que ter em mente que governo não se faz por uma pessoa, mas por um grupo de pessoas. Quem governa um país na realidade é um partido se somando a outros. Mesmo que hipoteticamente o presidente fosse inocente, em tese, este crime já tira sua legitimidade e confiança. 

     Por muito menos, uma lei que foi ao desencontro da sociedade civil na França ( Lei do Primeiro Emprego), caiu varias pessoas do governo e houve a necessidade do recuo e revogação dela. Vemos cotidianamente paises do primeiro mundo onde o mínimo de escândalo já é o suficiente para depor, renunciar, prender. Alguns políticos chegam até o suicídio pela vergonha. 

     Se realmente fossemos uma nação de maturidade cidadã estaríamos vendo hoje nas ruas muitas manifestações de protestos, de repudio e estes fatos que estão ocorrendo, obrigando a mídia a noticiar em seus teles jornais. Esta situação é um verdadeiro escândalo nacional e que mereceria por parte da sociedade uma atitude “agressiva”. Está mais que notório que é um ato de corrupção e que certamente, não passaria em branco em uma sociedade de primeiro mundo, democrática e consciente de sua cidadania. 

     Finalizando, uma nação onde a sociedade sabe que seu governo é corrupto que usa de todos os meios possíveis para manter-se no poder e aceita, está ainda na categoria de um país totalmente atrasado a nível de democracia e cidadania. Isto certamente mostra que a sociedade brasileira tem muito ainda a aprender, evoluir no campo da cidadania para um dia ter a pretensão de sentar com as nações de primeiro mundo.
Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 23/09/2006
Reeditado em 23/09/2006
Código do texto: T247260
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Ataíde Lemos
Ouro Fino - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
5266 textos (1219105 leituras)
5 e-livros (11756 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:20)
Ataíde Lemos

Site do Escritor