Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Conversando com o silêncio...

CONVERSANDO COM O SILENCIO
                                     
                                        FRANCISCO SIMÕES.

Me poupas, eu pressinto por isso calas, contendo o que poderia ser mais forte que o amor, então te sacrificas numa mudez que não desejas, mas que te consola na medida em que não me revela, não me desnuda a tua dor mais intensa. Me poupas, eu sei, mas nem por isso eu ignoro a verdade que carregas no coração.
Foges para um mundo que te abriga, te esconde te refugia, protegendo-te da necessidade de bradares tua mágoa, tua amargura, aos meus ouvidos. E eu permaneço falando, falando sem tirar os olhos de ti. Percebo o que sempre soube, como és lindo apesar de tudo.
( ... )
São momentos em que a felicidade sucumbe ante o infortúnio. Minhas palavras perseveram, não desistem. Meu olhar se mantém fixo em tuas pálpebras que desenham uma barreira intransponível, encobrindo o alvo de minha insistência. Teus olhos me proíbem de ler a tua alma mas, num rápido descuido, deixam escapar um tudo-nada, uma pequena gota reveladora do segredo que tentas me ocultar.
Pelo menos posso expressar-me revelando, ou reafirmando o que já sabes a muito tempo. O que, aliás, meus versos te confidenciaram algumas vezes, e continuarão a faze-lo sempre, pois jamais silenciarei meu coração. Sei que me ouves e isto me basta.


Divido com vcs, esse belo textinho de Francisco Simões para quem não o conhece!
Aninha de Souza
Enviado por Aninha de Souza em 02/10/2006
Código do texto: T254316

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aninha de Souza
Sumaré - São Paulo - Brasil
80 textos (11113 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 14:07)