Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Brasil: Eleições 2006 (ou: Me engana que eu gosto!!)

     Essas eleições não foram demais?!! E daí eu me pergunto: O que está acontecendo com a sociedade?

     Fico me perguntando, há algum tempo, onde foi parar aquela rebeldia popular dos tempos da ditadura. Onde estão os intelectuais e os artistas? Onde estão os estudantes e aquela igreja que defendia o povo? Aliás, onde está o povo?

     Acreditei que ao longo desses últimos quatro anos a população brasileira havia iniciado um processo a médio prazo de transformação, e que não cairia mais nos erros do passado, haja visto tantas denúncias de corrupção como nunca antes. Mas o povo, os eleitores escolheram os mesmos, querem mais do mesmo, querem continuar sendo roubados pelas velhas raposas que permanecem no poder. E não estou falando de governadores e presidente, eles são apenas parte de um todo, um todo, aliás, imenso: 513 deputados federais e 81 senadores. E vocês sabem quem escolhemos. Dentre eles, cito dois, só para ilustração. Alagoas escolheu Fernando Collor para senador e o Brasil escolheu Paulo Maluf para deputado federal!! Sabe, como pudemos??!! Não me lembro quem, mas disseram que o povo tem o governo que merece, e acho que isso é correto. O povo brasileiro só sabe reclamar, fazer piadas dos políticos, mas na hora das eleições, vota no mesmo, por quê?

     Parece que há uma espécie de masoquismo na psiquê política dos brasileiros: “Ele rouba mas faz”. O povo apanha, apanha, mas elege sempre o próximo chicoteador! E até quando permitiremos isso?

     Repito, por isso: Onde estão os intelectuais e os artistas? Onde estão os estudantes e aquela igreja que defendia o povo? Aliás, onde está o povo?

     Quando o povo for às ruas novamente, for às assembléias legislativas cobrar por seus direitos, ir até a justiça em ação contra o Estado, aí sim teremos um governo melhor, um país melhor. Meu pai sempre dizia que só existem os espertos porque existem os otários! Ele tem razão. O povo parece que gosta de ser passado para trás. De que adianta reclamar com os amigos que pagamos quatro meses de salário em impostos que viram contas bancárias dos políticos que elegemos, se nossos amigos não são o governo?

     Juntemos-nos e vamos todos reclamar com os políticos, oras!

     É justo um congressista ter em benefícios R$30.000,00 em 15 salários, podendo se reeleger quase que vitaliciamente enquanto você e eu aumentamos seus salários ainda mais com 4 meses dos nossos salários? Até quando permitiremos isso? Até quando permitiremos que um ex-presidente corrupto e expulso de seu cargo seja senador por oito anos? E que um político que foi preso recentemente com seu filho, cujo dinheiro nosso até agora não foi devolvido seja eleito deputado federal pelos próprios assaltados?!

     Lutávamos mais na Ditadura. A ditadura acabou, e o povo desistiu da democracia que queria.

     Mas tudo bem. Me engana que eu gosto! A gente vota neles de novo daqui a quatro anos. Bate vai, bate que eu gamo. Assim dizem os brasileiros nas eleições...!
Vitor Junior
Enviado por Vitor Junior em 02/10/2006
Reeditado em 25/05/2009
Código do texto: T254760
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vitor Junior
Maringá - Paraná - Brasil, 36 anos
380 textos (144547 leituras)
5 e-livros (131 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 01:53)
Vitor Junior