Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

                    Valores morais e éticos a tona nestas eleições 

     Gostaria de abordar um tema que tenho me debruçado nele e confesso que tenho ficado um pouco triste. 

     Desde que começaram as denuncias de corrupção no governo Lula, a sociedade brasileira levantou uma discussão séria sobre ética, que tem perdurado por estes longos meses e que agora nas eleições estamos numa avaliação final. 

     Logo que veio a tona o caso de Waldomiro Dinis já iniciou a crise sobre valores morais e ética. Com as denuncias levantada e espalhada pelo ventilador através então deputado Roberto Jéferson se deu o ápice da questão e ainda até nos dias de hoje ela se mantém cada vez mais mexendo com a sociedade brasileira. 

     Estamos diante um dilema; o que é ética? Como enfrentar a questão de valores fundamentais do Ser humano? Qual o princípio básico que deve preponderar na família? No homem? Podemos ainda aprofundar mais. Qual é o principio básico da Fé? Já que as maiorias da sociedade se dizem pessoas espirituais? 

     A partir destes questionamentos e com os fatos de corrupção ocorrida neste governo podemos acender as respostas que está dentro de nós mesmos. Estes escândalos apenas trouxeram a tona a verdade de quem somos? Ou contribuiu para a transformação das pessoas, isto é, mudar conceitos por determinados nomes, ideologias de grupos ou pessoas? 

     Mas ainda podemos continuar nas interrogações. Vale a pena votar ou colocar a mão no fogo por uma pessoa mesmo sabendo que ela é corrupta? Deixar de lado valores fundamentais? Em suma, trair a nós mesmos? 

     Sem fazer discriminação, mas apenas uma comparação para que possa conduzir meu pensamento; quando vejo pessoas humildes, pobres que recebem ajuda do governo para comprar comida ainda é plausível. Como votar contra alguém que põe comida na minha casa? Porem, quando vemos pessoas que se dizem espirituais, pastores, padres, bispos, espíritas ou mesmo leigos que tem vivencia e praticas cristãs ignorarem o que está acontecendo e apoiar este tipo de conduta, certamente se nossa fé não basear em Jesus, em Deus, o homem passa a não acreditar mais em nada. 

     Nada, nenhuma ideologia poderia sobrepor a conceitos espirituais; conceitos de valor intrínseco no homem. Nenhum homem humano poderia nos sobrepor a dignidade humana. A falta de ética, de valores se soma a falta de dignidade e respeito humano do homem pelo homem. 

     Por mais que tivesse alguém como espelho; por mais que tivesse uma pessoa como fã, jamais poderia relegar conceitos tão primordiais que condiz com minha convicção ética, moral e, sobretudo espiritual  para segundo plano. 

     Estas palavras podem expressar certo radicalismo, certa intolerância, mas precisam ser colocadas, pois, os lideres religiosos, precisam refletir suas posições, os educadores precisam refletir; os profissionais da área de saúde com ênfase a psicologia precisam rever pensamentos. Enfim, todos os formadores de opinião não podem se omitir neste momento triste que vive a sociedade brasileira. 

     Não podemos deixar que uma ideologia, um amor quase que patológico por uma pessoa possa anular e jogar por terra todo um conceito inserido no homem seja pela educação, seja pelos costumes, seja pela fé, conceitos estes inserido no mais intimo do Ser Humano civilizado.
Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 09/10/2006
Reeditado em 09/10/2006
Código do texto: T260207
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Ataíde Lemos
Ouro Fino - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
5265 textos (1218811 leituras)
5 e-livros (11751 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:34)
Ataíde Lemos

Site do Escritor