Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

IMPORTÂNCIA DA VIDA COMUNITÁRIA *

  Diante da grandiosidade de todas as coisas criadas por Deus,  descritas no livro da Gênesis, no capítulo 1, versículos de 1 a 31 e no capítulo 2, versículos de 1 a 3,  o homem pode ser comparado a um pequenino grão de areia. Um grão de areia que fala, que anda, que pensa, e que vê. Podemos dizer que o homem é um verdadeiro milagre da obra da criação divina.
  Por ser dotado de inteligência e razão, ele possui, além da capacidade de amar, a de fazer opções de sua livre escolha.  É fundamental observarmos, que o homem, sob o aspecto teológico é filho de Deus por ter sido criado à sua imagem e semelhança.
  Na escala biológica, ele se enquadra como um animal racional. Os outros animais que existem, são considerados como irracionais e até mesmo, formas de vida inferiores, como é o caso dos protozoários. Esses animais não pensam, não falam e possuem apenas instintos; são criaturas de Deus.
  Ele nos criou e a tudo o que existe na Terra, no mar e no espaço. As diversas espécies existentes, da mais simples à mais complexa, e os seres brutos formam a harmonia e o equilíbrio do Universo conhecido pelo homem.
Utilizando-se da sua inteligência, o homem inventou ferramentas, utensílios e máquinas, das mais simples às mais sofisticadas, que vieram facilitar a sua vida no planeta.
 Pode-se dizer, que o homem é um ser privilegiado por ser dotado da capacidade intelectiva. Através do desenvolvimento dessa capacidade, ele foi muito além: fez experiências, formulou teorias, criou fórmulas matemáticas e químicas, modificou paisagens naturais, encurtou as distâncias com o desenvolvimento dos meios de comunicação, de transporte, etc.
- Voltando um pouco no tempo, verificamos que, desde os primórdios  da história da humanidade, o homem percebeu que não era bom, viver isolado do convívio dos seus semelhantes. Provavelmente, observou a natureza e concluiu, que até mesmo os animais considerados como irracionais se agrupam segundo as suas espécies, trabalham,  e vivem uma vida em comum.
  Por isso, o homem procurou se organizar em pequenas comunidades para melhor se proteger da agressividade natural do meio-ambiente e defender-se de possíveis ataques inimigos. Se estivermos unidos em torno de objetivos comuns, venceremos todas as dificuldades, com a nossa perseverança, com o nosso esforço e com a nossa esperança. Unidos, e fazendo parte de uma sociedade organizada, encontraremos as soluções mais adequadas para os nossos próprios problemas e para os problemas existentes na comunidade.
   Isso significa que deixaremos de ser seres individuais (pequeninos grãos de areia) para nos tornarmos uma rocha sólida e resistente (comunidade) no mar agitado da vida, nos oceanos profundos da imensa obra da criação

* Crônica inspirada no poema Grão de areia, de minha autoria, texto código: T255900 publicado no Recanto das Letras em 04/10/2006.
Jorge Gil
Enviado por Jorge Gil em 10/10/2006
Reeditado em 13/04/2007
Código do texto: T260696

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o lin para a obra total.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Gil
Goiânia - Goiás - Brasil, 79 anos
867 textos (45736 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:00)
Jorge Gil