Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PENSAMENTOS

Foi o barulho do telefone quem me tirou  dos estranhos pensamentos  que vinha tendo .Pensamentos encadeados, numa terra estranha  que era toda branca com pitadas  de verde, azul,  amarelo  e roxo .Habitado  por gente  velha que todo ano ficava mais moça  até que voltasse  a encontrar a mãe , para num estupro consentido , voltar a ser óvulo, espermatozóide. Viviam em casas de  dois andares , ou quatro , nunca três ou cinco, como se os números pares houvessem sido abolidos .Eram zilhões  de pessoas que não tinham nomes e não conheciam números  e se comunicavam com palavras desconexas  e sons estranhos .Os mais velhos falavam gírias e os mais moços falavam com sintaxe econcordância . Onde os carros  não tinham teto  para que todos pudessem  ver o céu sempre limpo , sem núvens de onde caia uma garoa  fina e fria sempre das duas  ás  duas e meia da tarde , todas as tardes. Onde o Sol e a Lua  dividiam o céu  e nunca se encontravam . Onde as pessoas  andavam nuas  porque ali  não havia pecado, e onde a maior transgressão  possível era o de não sonhar .Uma lei religiosamente  obedecida por todos , mesmo porque não havia Justiça como a conhecemos , não havia Foruns, magistrados ou advogados, onde Torquemada vivia  com os infiéis e Savonarola jantava com os Medicis .Onde mulheres e homens viviam  juntos, sem pecado  ou crises ,Não havia psicologos, psiquiatras ou curandeiros , médicos ou obstetras , engenheiros ou arquitetos, e onde  á ninguém era dado desrespeitar ninguém.
grotius
Enviado por grotius em 14/10/2006
Código do texto: T263878

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
grotius
Santo André - São Paulo - Brasil, 61 anos
444 textos (16466 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 11:43)