CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

NATAL, TEMPO DE SOLIDARIEDADE !!!

Muito mais do que enfeites e árvores coloridas, o espírito do Natal é sinônimo de solidariedade.
Quem reserva este momento para a realização de boas ações está fazendo bem, primeiramente, para si próprio e, em seguida, para o outro. É esse o maior ensinamento deixado por Jesus, o aniversariante:
"Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo".
Como toda comemoração religiosa, o Natal é rico em símbolos e marca a grande festa de solidariedade universal. A festa do cristianismo é comemorada em todo o mundo, até mesmo onde a população cristã é minoria. O Natal cultiva nas pessoas sentimentos muitas vezes esquecidos, como o amor ao próximo. Muitos símbolos que freqüentam vitrines iluminadas, a sala das casas cria novos sons, melodias e cores que dão às festas uma grande harmonia. Historicamente, não se tem certeza a respeito da data do nascimento de Jesus, mas um acontecimento tão importante como a vinda do filho de Deus mereceria ser lembrado numa ocasião especial, de modo que todos facilmente incorporaram o costume de celebrá-la. Segundo a bíblia, o Natal é verdadeiramente o nascimento de Cristo, que nasceu para seguir um plano traçado pelo próprio Deus, onde o Cristo pudesse morrer para que a humanidade fosse justificada pelos pecados.

Muito mais do que celebrar, fazer festas regadas à comida e bebida e correr às lojas para encontrar o presente ideal para o familiar ou o amigo. Nessa época do ano, as pessoas se tornam mais sensíveis aos sentimentos do próximo. O ato da solidariedade, que deveria ser inerente ao ser humano, é reavivado em momentos como o Natal. Isso pode ser visto nas ações caridosas que ocorrem no período. Pode parecer pouco, mas entregar um presente nas mãos de uma criança cujos pais jamais teriam poder aquisitivo para fazê-lo é um ato de amor. Ou mesmo o simples fato de ajudar a quem precisa, sobretudo nessa época do ano, é engrandecedor ao espírito.

É o espírito de Jesus que se espalha em todos os corações, clamando para a solidariedade, compromisso com a vida, afirmação da dignidade da pessoa humana. Por isso, o Natal faz tanto sucesso, e as pessoas aproveitam este momento do ano para apaziguar seus corações em gestos concretos de amizade e amor, Natal é a festa do encontro, da reconciliação, a grande festa da família, da paz. Momento único, não há outra festa no mundo que una tanto os sentimentos num desejo de unidade, de afeto, de calor humano e de perdão,
do espírito natalino, que pede o encontro com o outro, o esquecimento das mágoas, a gratidão das boas coisas recebidas durante o ano, o agradecimento a Deus pela graça de se estar vivo, de ter conseguido sobreviver mais um ano, em meio às tantas dificuldades, num mundo de insegurança e violência generalizada; enfim, em cada telefonema que damos, ou um abraço cordial, ou um cartão que enviamos, um presente que compramos. Não podemos dizer que se trata de fenômeno apenas consumista. As pessoas querem expressar, através dos presentes, algo afetivo que deve ser preservado, um afeto que não pode ser desprezado, um valor de vida que precisa ser perenizado nas relações humanas.
Pede uma sinceridade do coração, um olhar para o próximo necessitado, um compromisso mais autêntico com o bem comum, um respeito maior pela vida, um desapego às futilidades, vaidades e mesquinharias do egoísmo, uma efetiva doação. A fome, a miséria, a doença, a necessidade não deveriam ser lembrados apenas no Natal. Muitos esquecem o verdadeiro sentido da data, e deixa se envolver com o consumismo que foi incorporado à data. No Natal, temos que lembrar da família, olhar para o próximo como irmão, ter em cada gesto mais amor, mais carinho, incutir mais esperança no futuro, ser mais solidários. Feliz e iluminado Natal para todos e um Ano-Novo com muita paz, segurança, amor, harmonia, compreensão e, principalmente, com muito amor. Pois só assim Jesus será entendido e amado verdadeiramente quando soubermos amar, de verdade, o nosso irmão, sem preconceito, discriminação, nem pré-julgamentos, com aquele amor de quem realmente quer a felicidade do outro sem ver a quem.

FELIZ NATAL PARA TODOS
Zeka Biguetti
Enviado por Zeka Biguetti em 17/12/2010
Código do texto: T2676825

Comentários

Sobre o autor
Zeka Biguetti
Indaiatuba - São Paulo - Brasil, 52 anos
1775 textos (92538 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/07/14 08:07)