Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OS VIVOS E OS MORTOS SE SUBMETEM E ME SAÚDAM OS PRIMEIROS FRIAMENTE OS SEGUNDOS FAMILIARMENTE

Caros amigos, acaso  já  andaram por aí  sem destino ou sem razão ? Observar a graça fabricada dos manequins de plástico em posições  impossíveis? ou a cabeça masculina em um corpo  decididamente feminino ? Não precisar ficar olhando o menino brincando  e sorrindo  despreocupado , sem achar Herodes natural? E o modo mecânico  de memear a cabeça  em um cumprimento  que é igual aqui, em Paris ou Tóquio? Sorrir com aquele  leve levantar de lábios, como quem comeu e não gostou mas não pode perder a amizade? Deixar subir da barriga, dos rins ou do fígado  a louca vontade de  chutar o homem que vem  nos falar de um "Bom Dia"  quando o céu  esta cinzento, o vento glacial  e a garoa  molha nossos  rostos. Todos somos civilizados  que comemos carne morta, vegetais mortos , frutas que ainda á pouco  pendiam nas árvores , e nos sentimos enojados com o canibalismo  de pssoas  que não encontram outra saída  em casos de acidente senão degstar a carne fresca de seus antigos companheiros mortos. Somos seres que  choramos a morte de uma cachorrinha  atropelada  e fechamos os olhos para as mortes  em Darfur, no Iraque , na Palestina . Somos todos amigos , societários e gregários, mas são poucos  que nos cumprimentam  efusivamente . Os homens que andam sobre a Terra  se submetem  e saúdam  os outros homens , mas o fazem  friamente.

Um dia minhas andanças  me levaram a um cemitério .Aquela cidade silenciosa , de casas abandonadas , de mansões sempre limpas . Quem haverá de  cuidar dos esqueletos?  Quem rememorará seus nomes, suas histórias , seus amores  e seus dramas? Ninguem? Eles estão lá, vagando  diuturnamente , como velhos amigos com hora marcada para chegar .Eles não tem pressa , eles não tem horário . Eles nos esperam , e eles não precisam mais da falsidade , do respeitoso memeio das cabeças .Eles passam por nos todos os dias , todas as horas e nos cumprimentam .Estes sim são efusivos , familiares , já que descobriram  que apenas somos parte de uma grande família única.
grotius
Enviado por grotius em 18/10/2006
Código do texto: T267686

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
grotius
Santo André - São Paulo - Brasil, 61 anos
444 textos (16461 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 20:13)