Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sim dia, e olha que já é muito.
Porque vida cor de rosa só em verso e prosa, e olha que tem que ser um poeta muito prosa.
Interessante e começou como se fosse mais um dia extressante.
Já estava muito brava com tudo dando errado.
Como me mudei de residência , começaram as inconveniências.
Sem telefone, sem Internet, e lidando com dois orgãos, que já estavam me parecendo imconpetentes ou mesmo incovenientes.
Ligações telefônicas sem fim e inúmeros, números á ligar, atendentes e atendentes e me parecendo imcompetentes, ou melhor demonstrando mesmo se-los.
Me acharam até um débito, que eu não tinha conhecimento.
Portanto não sabia da existência, pois a prestadora de serviços não me enviou a devida conta para ser levada em conta bancaria, onde são quitados todos os meus débitos.
Isso já durava uns quatro dias, e eu tendo que usar as lojas de lan house para editar meus textos.
Fui ao procon em busca de ajuda.
Ai foi estranha coincidência ou muita boa sorte, estava explicando para a funcionária os devidos fatos, ela sorriu, muito simpática, e um pouco surprêsa por eu dizer ser escritora amadora.
E chamou uma linda loirinha e também delicadinha, dizendo ser repórter da Conexão FM,104,9MHZ,e seu nome Carol.
E fui entrevistada, adorei.
Equanto isso a atenciosa funcionária resolvia meus problemas.
Foi tudo muito inesperado, mas com bons resultados, mais que esperados.
E para completar entrou o carteiro, e como eu estava para receber meu cartão de crédito, ´perguntei se êle havia ido no meu enderêço anterior, não só tinha ido como estava com o que eu aguardava.
Como não existem coincidências, e nada acontece por acaso, êsse é o meu caso do dia cor de rosa.
Chegando ao meu novo lar, já encontrei á funcionar o que eu estava a precisar.
Para comemorar sai com a Nayara minha filha á fazer compras, e por incrivél que possa parecer, comecei á comprar tudo cor de rosa.
Calça para academia, blusa, tenis, meia.
Não foi de propósito, pois fui gostando e comprando, e no fim fui ver que era tudo côr de rosa.
Como o final do meu dia COR DE ROSA.
martamaria
Enviado por martamaria em 21/10/2006
Reeditado em 21/10/2006
Código do texto: T269646
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
martamaria
São Paulo - São Paulo - Brasil, 71 anos
1155 textos (58790 leituras)
1 áudios (586 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 08:22)
martamaria