Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PROSTUIÇÃO... MAIS UM ABUSO DO MUNDO ENDINHEIRADO!!

PROSTITUIÇÃO...

Hoje uma menina perguntou-me se eu pagaria para sair com uma prostituta, e eu respondi que talvez se ela me inspirasse uma boa noite, pagaria sem problema algum. E ela ficou espantada quando eu disse isso, e eu fiz a seguinta pergunta para ela:
"Para você o que prostituição?" E esta com uma poça de lágrimas nos olhos disse:
"É ter que se vender por qualquer migalhas que vocês homens estejam afim de pagar." E logo em minha mente questionável veio a seguinte conclusão:
"Então isso quer dizer que a todo momento estamos nos prostuindo, afinal de contas desde que o mundo é mundo ou desde que o povo diz que é mundo nos vendemos para alguém ou vendemos uma idéia para alguém."
E ela revoltada disse-me: "Eu nunca me vendi por valor nenhum."
"Não, pois bem vamos ver se realmente não. Uma prostituta ao sair com um homem que ela não ama, se entrega por dinheiro, estou certo?"
"Sim."
"Pois então todas as vezes que uma pessoa faz sem amor algo e ganha por isso, ela está se prostituindo, e eu te faço a seguinte pergunta:
Você ama o que faz?"
"Não."
"Prostituta."
"Nunca.. jamais... eu posso sair daqui hoje que vou estar intacta, ninguém me tocou". A minha a amiga ficou relutante. Então eu fiz outra pergunta:
"Se você parar de trabalhar amanhã o que acontece com teus dois filhos sem pai?"
"Morrem de fome no mínimo."
"Então isso quer dizer que todas as vezes que uma pessoas numa sociedade capitalista para de ganhar de dinheiro, ela morre de fome, uma prostituta poderia fazer como você largar tudo e vir trabalhar conosco para ganhar está miséria de salário, mas ai eu te pergunto até ela entrar aqui quem iria sustenta-la ou sua família?"
"Daria um jeito."
"E que jeito seria este, já que até você mesma disse que se sair daqui morreria de fome, afinal de contas isso quer dizer que para a sobrevivencia de hoje é preciso ter uma fonte de renda de imediato, e o que ela poderia fazer de imediato sem tem famílias passando fome porque os pais não tem trabalho?"
"Varreria, lavaria, sei lá, faria qualquer coisa, menos se prostituir já que prostituição não é trabalho, o que ela tem que fazer é vender sua força."
"E para transar com um homem não tem que ter força? Para entregar-se ela não tem que se dispor de um folêgo além do necessário já que esta por sua vez faz sem prazer nenhum? Tudo que fazemos sem prazer é prostituível e nós hoje em dia na sociedade temos que ir além de nossas forças para conseguir o pão, temos que transpos metas e essas metas impostas, assim como um homem impõe à uma prostituta o que ela tem que fazer na cama e é por isso que eu digo: vender a sua força é prostuir-se, fazer qualquer coisa ela já faz, mesmo sofrendo preconceito ela faz qualquer coisa que a sustente e sustente sua família, a única diferença é que uma prostitua usa a buceta e nós usamos os braços. E vulgarmente dizendo ela dá e nós batemos punheta."
Cavaleiro das sombras
Enviado por Cavaleiro das sombras em 25/10/2006
Código do texto: T272990
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cavaleiro das sombras
São Paulo - São Paulo - Brasil, 29 anos
56 textos (3632 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 12:02)
Cavaleiro das sombras