Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


As ameixas

Elas estavam lindas na bandeja sobre a bancada da cozinha, eu olhei prá elas e pensei: esse é o vermelho que gosto, um vermelho granada. As ameixas tinham cor de granada, mas ainda não estavam no ponto para serem saboreadas. Estavam duras, e eu com aquela vontade de detonar todas as ameixas. 
Passei o dia pensando nelas e em mim. Também sentia vontade de detonar outras coisas na minha vida, mandar para os ares o que prende solto, esses laços mal dados que machucam quando nos esquecemos deles e num passo à frente os nós apertam. 
Mas não sou de guerra, sou mansa e fico na espera que essas idéias que me circundam madureçam de vez, e pensativa que sou me distraí no tempo e não vi que ele mudou. Acabei brigando com o vento que levou as cortinas prá fora da minha janela. No alto da minha cabeça os véus dançaram e zombaram de mim a tarde inteira quando com mãos de agonia tentei segurar os passos dessa dança. Desisti de me importar com o vento, acalmei minhas mãos e saí da janela. 
Voltei para as ameixas ainda duras, porém, lindas na cor da casca. Não resisti e peguei a mais redonda. 
À primeira mordida senti aquela dorzinha fina atrás da orelha, salivei lágrimas na minha garganta apressada ao sentir o gosto da antecipação, e os meus olhos salivaram na claridade que entrava pela porta da cozinha e incidia sobre elas um vermelho diferente, um pouco mais quente na tarde que passava lenta. 
Deixei num canto a ameixa com a marca dos meus dentes e voltei à janela. As cortinas estavam lá quietas e eu me senti mais velha. 
Fiquei muda matutando no tempo. Eu e as ameixas, ficando maduras.

Cristina Nunes
Enviado por Cristina Nunes em 27/10/2006
Reeditado em 31/10/2006
Código do texto: T275039

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cristina Nunes). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cristina Nunes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
421 textos (32645 leituras)
9 áudios (1002 audições)
2 e-livros (97 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:41)
Cristina Nunes