Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Viagem de trem


 
VIAGEM DE TREM



  O dia amanheceu nublado. A chuva não veio, no entanto o dono da pensão bateu à minha porta. Exclamou! O trem logo mais partirá. Levantei-me atônita, dormira mal. Rompi o casulo do cansaço, preparei minha bagagem. Tomei um café amargo, forte e sai ladeando a calçada alta da rua  do trilho. Tentando acompanhar meu irmão Vicente que andava a passos largos, bem à frente. Na estação, no ponto no final da plataforma avistamos Arioston e Plínio que caminhavam ao nosso encontro. Companheiros de inúmeras viagens de Lavras para Cedro.
    O ferroviário puxa a corda do sino, acena para o maquinista. O trem  deu partida. No vagão acomodamos nossos pertences. Saímos ao som do sacolejo do trem que resfolegava o vapor da máquina. O cheiro forte de ferro impregnava o ar. Nas poltronas, passageiros roncavam. Em menos de uma hora chegávamos a Cedro.
    Manhã fugaz, regrada de esperanças e sonhos. Sonhos de conquistar um espaço inimaginável no futuro.
     Despedimos dos colegas, Arioston e Plínio na certeza de logo mais a tarde nos encontrarmos no colégio São João Batista. Na Rua da Capela Rosinha de Pedrinho em sua casa estava a nos esperar com seu sorriso cativante. Vicente seguia em frente para casa de Toinha. Rosinha  fazia toda sorte de perguntas, queria saber de todos da família. Servia o café com sua deliciosa tapioca e queijo, cuscuz de milho zarolho, pão de arroz com gergelim e toda aquela variedade de guloseima que mãe mandara da Tapera, época de muita fartura. Passávamos a manhã alegre conversando e Rosinha preparando o almoço.
  Abandono a cozinha e me acomodo na sala preparando meus livros, contava pouco para o toque de meio dia na usina Natanael Cortês, um convite  para  me dirigir  o  Colégio São João Batista, encontrar-me com a turma, no percurso já alcançava Sonia Costa, não éramos apenas colega, muito mais, uma amiga de verdade. Quantas trilhas a percorrer. Quantos caminhos e sonhos de uma vida.

Natal 12 de setembro de  2006  .


Roseli
Enviado por Roseli em 27/10/2006
Código do texto: T275379
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Roseli
Fortaleza - Ceará - Brasil, 70 anos
116 textos (6978 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 09:01)
Roseli