Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UMA CORRENTE DESVAIRADA DE SONÂMBULOS, PEGANDO EM ARMAS PARA DEFENDER FANTASMAS

Deixar vir a mim a Musa. A Musa  que esqueceu-me um dia no desvairio de uma tarde  azul, de um azul morto quase branco , polvilhado de nuvens brancas, marrons, marrons e brancas. Me deixou assim , sem mais nem menos, sem recado, telefonema, telegrama ou e-mail.Me deixou e sumiu, como sumindo me foram o ânimo, a inspiração , o gozo, o prazer , só me retando a dor.  A dor de saber ser parte desta corrente desvairada de sonâmbulos, pegando em armas  para defender  fantasmas . Aparições  sem corpo, sem peso, sem nada . Que é a matéria prima de que são feitos os sonhos. Oníricamente linda, diáfanamente  pesada, a dor  me enche o peito , me devolve ao mundo  dentro da corrente de sonâmbulos que acreditam estarem acordados  só ppelo fato de estarem em pé, andando, escrevendo, amando . Tudo mecãnico  como autômatos com razão irracional , ou com a irracionalidade  ferida na cartesiana flexa do "COGITO ERGO SUUM". Do dia que é iguaual ao outro , sendo o outro  completamente diferente, enquanto  somos diferentes embora estupidamente  iguais. Na igualdade  que nos cinde, nos fragmenta e nos une. Palimpsesto  de tantas pinturas , de outras escritas , do mesmo som primitivo  que ainda ecoa  nas selvas primevas , passando por Kadesh, Termópilas, Maratona. Azincourt, Verdun. Traflalgar. Que esteve na Ilíada, Eneida, Decamerão, Paraíso Perdido , Ulisses , Amor Louco, Nostromo e nas mais  burocráticas ordens de serviço  de Trblinka, Mylai, Sabra e Chatilo, Diem Bien Phu. Eles estão  lá como bando  desvairado  de sonâmbulos que se acham inteligentes , cultos, educados , porque  o novo Deus dinheiro  assim o di . Bando desvairado de sonâmbulos que pegam em armas para defender fantasmas .  
grotius
Enviado por grotius em 29/10/2006
Código do texto: T276365

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
grotius
Santo André - São Paulo - Brasil, 61 anos
444 textos (16468 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:05)