Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amputação d’alma


Todos os dias, várias e várias crianças, pegam suas conduções escolares para ir à escola, e os corações de muitos pais ficam inquietos e ansiosos, até saberem que estes chegaram bem aos seus destinos... Imagine isso, todos os dias...
 
Pois é, esta semana, uma condução escolar não chegara ao seu destino, fora coibida, pela imprudência, e desprezo dos homens as leis.

Muitos dizem que na vida não se devem ter limites, os limites são os sonhos... Tudo bem, não sou a favor de muitas convenções também, mas imaginem que se elas existem, acontecem tantos acidentes e fatos desfavoráveis ao nosso bom viver, então sem elas, como seria?

O que sei, mas não posso sentir, apenas imaginar, é que um pai, uma mãe, a família e amigos, neste momento, choram uma dor de uma criança, que teve que perder um braço,(o direito), por causa da inconsciência humana.

A dor jamais será sanada, por mais que a tecnologia intente substituir, muitas vezes, até a nossa “alma”... Para os pais a dor será eterna.

Aquela pobre criança que um dia brincava, estudava e tudo fazia será  impedida de praticar muitos de seus atos antigos, e terá que aprender a viver de novo faltando um pedaço.

Não que seja impossível se viver assim, muitas pessoas com problemas físicos, (não gosto de chamá-los de deficientes), dão um lindo exemplo de vida, é espetacular suas lições, e a luta pela recuperação de muitos, é útil àqueles que passam pela mesma situação.

Porém não é fácil, e sabemos disso, e pouco ou quase nada podemos fazer, por isso deixo aqui meu recado sob a forma de indignação, por tantas pessoas que passaram e passam todos os dias por situações inusitadas como o dessa família que foram pegos de surpresa, pelas adversidades da vida.



Dedicada a Ju.
Nelciene Santos
Enviado por Nelciene Santos em 01/11/2006
Código do texto: T278928

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Textos: Nelciene Santos http://recantodasletras.uol.com.br/autores/poesinel). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nelciene Santos
Cabo de Santo Agostinho - Pernambuco - Brasil, 44 anos
1098 textos (68611 leituras)
1 e-livros (34 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:49)
Nelciene Santos