Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Bebedeira

É sim uma bebedeira. quem já não tomou?
Poucos, penso, acho melhor...
Mas a questão é: se já tomou... Sabe, é engraçado, divertido...
Tudo bem, moralistas, humanistas de plantão: acalmem-se não farei em hipótese alguma apologia ao uso excessivo de bebidas que contenham álcool.
Porre, borracheira, ou seja, lá como chamem, tem que haver um motivo para isto!Fuga da realidade, problemas, zoeira, adolescência, provocação, inquietação... O que será?
É um assunto sério e curioso, pois de certa forma o primeiro, ninguém esquece, acaba marcando uma fase da vida, ainda que não seja saudável, porque será?
O fato é que a atitude que tomamos referente a este assunto muda ao longo do tempo, se não pensaram nisso ainda, pensem.
Quando bebíamos na adolescência era feio, desapropriado em qualquer circunstância. Logo a seguir mais velhos um pouquinho, pensávamos o que iríamos beber tipo:vinho (qual?ano?safra?), uísque(oito,dez,doze anos...., pinga? de jeito nenhum!
E depois chega a fase de beber socialmente, não saímos mais, e se sairmos é melhor não beber, pois desacostumados e seja lá como for pode ser um desastre, não é?
Ora, a bebida é questão de livre arbítrio, salvo exceções.
O que quero dizer é que não é a bebida e sim nós, seres humanos, fracos à procura de qualquer válvula de escape para a realidade sórdida e por vezes incontornável que a vida nos apresenta, não é?No fundo tudo se resume a fraqueza humana, apenas usei a bebida como estopim, para chamar a atenção de como somos suscetíveis, influenciáveis, retrógrados a qualquer assunto que não seja politicamente correto segundo a sociedade que interroga-nos todos os dias. Decifra-me ou te devorarei.
Liana c
Enviado por Liana c em 03/11/2006
Código do texto: T280734
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Liana c
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil
46 textos (2043 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:09)
Liana c