Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OBSCURO

Continuo e preza a obscuridade. O prazer  indescritível  de andar  pelas ruas  sem ser  notado, confundido  com alguma personagem  de nome ou  ilustre desconhecido  , mas por alguem conhecido. Reparo  na falsa atenção  que o tipo aparente: De gravata, paletó amarelo , cravo  vermelho na lapelas e óculos escuros.Tento fugir, ou passar desapercebido , mas o dito  parece ter  faro  de perdigueiro . Vem logo com falsa  familiaridade de quem pretende ser reconhecido. Fala alto, arrota grandeza, diz parente ou contra -parente  de um parente meu , que juro  não conhecer . Este tipo  é o oposto  de qualquer idéia  que eu  possa ter da obscuridade . Faz questão de se arvorar ser amigo de sicrano ou beltrano , de ter  tido importância nesta ou naquela decisão  de governo; que "papou" todas  e que conhece  segredos inconfessáveis  dee gente importante. Um tipo de alter ego  narcisista  do que parece ser o pior em qualquer um de nos . O sujeito  deve ser um mitomaníaco  e mentiroso demais. Em suma, um chato. Não admite contestação  em suas fantasias . Para mim , prezo o anonimato , a obscuridade daquele que faz das putas , mendigos, despossuidos, solitários, os seus melhores amigos; que repudia os etrnos bajuladores e mentirosos. Um dia, mitomaníacos de todo o Mundo , a vida se resumirá em quimeras e castelos de areia prontas a soçobrar á primeira onda.
grotius
Enviado por grotius em 03/11/2006
Código do texto: T281045

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
grotius
Santo André - São Paulo - Brasil, 61 anos
444 textos (16466 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:53)