Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Ameaças"

Vejo nos jornais a violência exposta, as crises nos aeroportos, guerras, desemprego, miséria.
Vejo a dor nas ruas, vejo o trânsito exagerado, os ônibus lotados e vejo a elite em carros blindados.
Vejo dentro de nós o vazio, o medo, a insegurança, pois o tempo todo devemos ter cuidados, estamos nos sentindo ameaçados.
Estamos todos à beira de um precipício lutando para darmos um passo para trás.
Estamos todos lutando para subir degrau por degrau, para que possamos viver em paz.
Somos cercados pela negatividade, somos intimidados por pessoas que não têm a mínima autoridade de comandar as nossas vidas, que não têm a mínima autoridade para tirar de nós a tão preciosa felicidade.

Agora me diga, por favor, me diga...
O que podemos fazer por nós mesmos?
Nós não estamos de mãos atadas.
As nossas vidas estão em nossas próprias mãos.
Os nossos sonhos não foram em vão.
Vamos lutar contra os pensamentos negativos, vamos lutar contra os corações partidos.
Ainda que nem todas as contas possam ser pagas, ainda que você não tenha um carro para viajar pelas estradas, ainda qie não tenha conseguido comprar a sua própria casa... NÃO DESANIME!
Ainda que você não tenha conquistado aquela pessoa, ainda que você tenha perdido alguém importante, ainda que tenha dado tudo errado...NÃO SE DESESPERE, mesmo quando estiver desesperado!
Ainda que tudo esteja de pernas para o ar...NÃO DESISTA!

Não seja ameaçado pelos seus medos, não se deixe abater.
Apesar de tantas ameaças, todos nós somos capazes de vencer!









***Aproveite os seus dias da melhor forma!***
Lilian Roque de Oliveira
Enviado por Lilian Roque de Oliveira em 04/11/2006
Código do texto: T281886
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lilian Roque de Oliveira
São Paulo - São Paulo - Brasil, 32 anos
170 textos (24256 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:36)
Lilian Roque de Oliveira