Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dia de finados

É interessante observar os usos e costumes, em geral. Comemoramos o Dia de Finados. O movimento nos cemitérios começa semanas antes. As pessoas arrumam os túmulos, lavam, capinam, esfregam. Passam horas nessa faina. Andam por dentro do cemitério, procurando os túmulos dos falecidos mais recentes. Amigos, conhecidos, desconhecidos. Túmulos mais antigos são pontos de referência.
Encontram familiares, comentam a vida, queixam-se do calor. Aí, no dia de finados, levam as flores, muitas flores. Lembro que tinha dificuldade de conseguir colocar as que levava, porque os vasos já estavam  literalmente entupidos.Não cabia mais nem pensamento, como falava um comediante antigo.
Fica um clima de festa. Conhecidos se reencontram, familiares vêm de outras cidades e se visitam. Os túmulos enfeitados são esquecidos, enquanto a vida continua e aguardam o dia de finados do próximo ano. 041106

Vitoria Lerinha Haubert
Enviado por Vitoria Lerinha Haubert em 05/11/2006
Código do texto: T282483

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Vitoria Lerinha Haubert
Sapiranga - Rio Grande do Sul - Brasil, 71 anos
266 textos (18687 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:20)
Vitoria Lerinha Haubert