Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nada é verdadeiramente simples

  Do mesmo jeito que tanta coisa surpreendente se torna simples (como uma guerra aos olhos de quem não a sofreu ou a fome para quem nunca a teve) muita coisa simples pode se tornar surpreendente. Exemplo disso, eu pude perceber claramente alguns dias atrás...
  Tudo aconteceu numa corriqueira tarde de quinta-feira, estava na biblioteca, havia acabado de imprimir duas páginas de um trabalho quando, sem querer, deixei que uma delas caísse no chão, abaixei-me para pegá-la e, ao levantar de volta, notei que a outra folha não estava mais onde a havia deixado. Fiquei sem entender, procurei pela folha em tudo quanto é lugar, até fora da biblioteca, mas nada... Isso era impossível!!! Eu estav sozinha na biblioteca e tinha certeza absoluta de que tinha deixado sobre a mesa! Como ela podia desaparecer? Se eu tivesse saído, feito outras coisas e depois não a encontrasse acharia normal, pois poderia tê-la deixado em outro lugar e esquecido, mas não! Tinha certeza de que a deixara ali! Olhei de novo para o chão, procurei no armário, em cima do computador, atrás da impressora mesmo tendo absoluta convicção de que não a encontraria nesses lugares e nada.
  Sentia uma sensação diferente, que jamais sentira antes. Sentia-me completamente insignificante e não sabia o que fazer. Algo de impossível acabara de acontecer na minha frente!
  Eu até que acredito em milagres, mas penso que eles têm alguma razão para acontecer. Qual é o motivo pelo qual uma folha de papel desaparece?
  A única coisa que eu pensava era que algo impossível acontecera na minha frente e, se algo de impossível acontecera assim, sem mais nem menos, sem quê nem porquê, era sinal de que o mundo estava prestes a acabar...
  Procurei olhar para os lados a fim de ver se o tempo continuava passando e não entendia por que tudo permanecia do mesmo jeito - exceto a folha que tinha aparecido. Pensei que a única coisa que me restava a fazer era esperar, esperar o tempo passar até que o fim do mundo chegasse e para isso não demoraria muito tempo. Mas, por mais que tentasse, eu não conseguia ficar parada, estava realmente assustada, chocada, encabulada! Foi nesse instante em que puvei aquela espécie de gavetinha onde fica o teclado e a encontrei... A bendita folha que me fez pensar que o mundo iria acabar!
  Sinceramente, nunca havia pensado que isso fosse acontecer e, durante alguns minutos achei iria acabar pelo simples motivo de uma folha de papel ter sumido. Depois de encontrá-la, senti um alívio enorme, como se o fim do mundo  fosse sido adiado para um dia que só deus sabe qual é...
  Com isso tudo, pude entender algo que já sabia, mas não compreendia de fato: as coisas não são realmente incríveis! Não podemos classificá-las como mais importantes ou não. É a maneira como as interpretamos que determina sua relevância. Tudo tem seu valor, tudo pode se tornar grande e surpreendente!
Kadabra
Enviado por Kadabra em 05/11/2006
Código do texto: T282722
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Kadabra
Sete Lagoas - Minas Gerais - Brasil, 26 anos
55 textos (1513 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 09:39)
Kadabra