Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Reclamando da vida

Atravessamos uma época difícil. Acontece uma mudança muito acentuada, quanto ao poder aquisitivo da população em geral. Se alguns estão conseguindo adquirir coisas às quais antes não tinham acesso, outros se vêem diante da necessidade de mudar hábitos, pois já não conseguem fazer frente às despesas, como antes.
O que nunca provamos, não nos faz falta. Mas não queremos abrir mão do que temos, daquilo a que estamos acostumados a usufruir. Abrir mão da pizza da sexta-feira.Trocar a marca do sabão em pó e descobrir que durante anos enriquecemos o dono da indústria e que o sabão mais barato é tão bom quanto o outro. Pesquisar preços de guardanapos, papel higiênico. Aprender que deixar de gastar com o supérfluo, não é baixar o nível. É viver de acordo com nosso nível.
Somos acomodados. Nos acostumamos com as mesmas marcas, desde roupas, até alimentos. As crianças já escolhem suas roupas e brinquedos exigindo determinadas marcas. Os brinquedos têm que ser os da moda. E nós, vaidosos e orgulhosos, pensamos que temos que atendê-los, porque não o fazendo, estaremos nos diminuindo diante dos pais de seus coleguinhas que talvez tenham melhores condições financeiras que nós. Ou não. Talvez também se preocupem somente com as aparências.
Nos deixamos levar pela mídia. Consumimos em excesso, copiamos tudo, depois falamos em aperto financeiro. E ainda há quem diga que não está nem aí para os outros. Pois sim! Somos competitivos e cada vez mais, o que os outros têm, nos motiva a buscar mais. Não é a nossa necessidade que dita o que vamos buscar, mas a necessidade de no mínimo, nos igualarmos aos outros. (03/11/06)
Vitoria Lerinha Haubert
Enviado por Vitoria Lerinha Haubert em 06/11/2006
Código do texto: T283285

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Vitoria Lerinha Haubert
Sapiranga - Rio Grande do Sul - Brasil, 71 anos
266 textos (18686 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 23:52)
Vitoria Lerinha Haubert