Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Final de semana

Para quem mora só, os finais de semana são uma prova dura de passar. Amigos, familiares, cada um segue seu caminho.
Não sou, nunca fui de sair à noite. Os amigos saem em grupos de casais. Mulheres sozinhas raramente são convidadas a participarem desses grupos, então formam os seus próprios. E eu não faço parte de grupo nenhum.
A solidão da noite, dos finais de semana, foi que me levou a Internet. Realmente eu a uso muito. Mas há muito tempo não freqüento Chat, tampouco uso o MSN. Faço pesquisas, leio jornais, descubro novos sites. Procuro informação, distração. Meus amigos brincam muito comigo, por isso. Com freqüência até demais, para não se tornarem inconvenientes. Para quem continua tendo sua vida social, seus programas, a convivência com companheiros e filhos, é difícil compreender que alguém procure passar o tempo usando a navegação virtual.
Sei que não há maldade nessas brincadeiras, mas de tanto a repetirem, a desculpa da intenção já se tornou insossa. Às vezes demonstro de forma bastante clara meu desagrado com as brincadeiras. Aí passamos a ser mal-humoradas, mal-amadas, azedas.
Temos o direito de fazer todas as escolhas que quisermos, temos a necessidade de aceitar as conseqüências dessas escolhas, mas não temos o direito de demonstrarmos nosso desagrado diante da forma como brincam a respeito de nossas opções.
À par de uma certa tristeza que o final de semana solitário traz, vem junto a tristeza de perceber o quanto é difícil as pessoas nos aceitarem e compreenderem nosso modo de ser. (11/11/06)
Vitoria Lerinha Haubert
Enviado por Vitoria Lerinha Haubert em 12/11/2006
Reeditado em 12/11/2006
Código do texto: T288927

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Vitoria Lerinha Haubert
Sapiranga - Rio Grande do Sul - Brasil, 71 anos
266 textos (18684 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:23)
Vitoria Lerinha Haubert