Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Prioridades básicas para um pais melhor

Um dos mais notáveis investimentos feitos por um governo encontra-se em áreas fundamentais ou seja, educação,saúde e transporte pois é natural um povo civilizado evoluir com qualidade de vida mas não basta se não forem criados pequenos empregos para abiscoitar a mão de obra formada ano a ano e que por falta de experiência, demora encontrar colocação. Por conta, vejo com tristeza entrevistas fornecidas por membros influentes do poder afirmando que o país vive um momento de expansão nessas áreas pois o que se vê na pratica não bate com o discurso.

Um fato infeliz vivido na saúde é mostrado na imprensa de forma parcial pois se tornou hábito atribuir aos profissionais da área o mau atendimento que deixa pacientes graves abandonandos deitados na maca em corredores de hospitais agonizando atendimento. Estranho não tocarem na falta de estrutura/sucateamento que muitos centros se encontram por falta de gerenciamento e bem pior, quando verbas são desviadas para fins particulares levando descrença da população num tratamento.

No transporte, se não fosse o metro muitas cidades estariam mergulhadas em inacreditáveis engarrafamentos ja que a falta de estrutura no sistema viario faz uma chuva mais forte parar as principais artérias de comunicação. Para se ter uma idéia da crise na qual o pais vive, meu bairro tinha no passado recente 63 veículos circulando na linha. Hoje, este numero caiu a menos da metade fazendo as pessoas perderem seu tempo em infindáveis minutos num ponto.

Na educação, o pior acontece quando escolas são transformadas em depósitos de crianças formadas de forma absurda pela "progressão continuada", uma imbecilidade criada pela burocracia que impede que novas gerações aprendam o básico (ler e escrever de forma racional) e por isso, não aprendem a se expressar com um minimo de discernimento. Estranho que quando alguns procuram corrigir seu "jeito" de falar, ficam sensíveis - cheios de dodóis - quando mostramos as falhas do sistema onde aprenderam pois o numero que se "diploma" é maior que o que se tem disposto a melhorar o que esta implantado e por isso, o "internetes" passou a ser usado de forma indiscriminada levando-os agir de forma análoga àquela em que se expressam em seu cotidiano.

Aki, msg, bz, ksa, kd, del, kt, miga, naun, etc, não passa de uma sopa de consoantes vomitada aleatóriamente no papel fazendo  o esclarecido perder tempo lendo duas ou três vezes um texto para entender o que quiseram comentar. O pior acontece quando a exceção vira regra e chamam a língua portuguesa de idioma difícil de gente besta - só esqueceram de falar que o "internetes" que não aprende na escola (ainda) e viver em sociedade é ter contato físico e não é passar a vida na frente de um computador vendo de dentro- ao vivo e a cores - a vida passar.


Manoel - 13/11/06 - 09:43h.
Manoel
Enviado por Manoel em 13/11/2006
Reeditado em 28/11/2006
Código do texto: T289969
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Manoel
São Paulo - São Paulo - Brasil
494 textos (19129 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 16:49)
Manoel