Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Yes! Nós temos Eucalol!


     Pego carona num vagão de lembranças alheias para lamber as minhas próprias. Um simples cheiro de sabonete Eucalol e a complexa rede a que chamam memória viu-se limpa e perfumada. Era domingo em Marechal Hermes. E domingo rimava com Santa Emília, um cinema pulguento que nos recebia a todos, aliás indiferentes aos não menos indiferentes sifonápteros.
O menos importante era o filme. Bang-Bang, desenho animado, dramas incompreeensíveis para minha alma encantada, o facho de luz repleta de poeira do projetor, talvez fosse uma espécie de janela do quarto pela manhã, aberta ao sorriso do sol.
     À entrada, já na doceria - não havia ainda a bombonière - as diferenças estalavam como as madeiras dos móveis na madrugada. As Balas Toff e o Diamante Negro indicavam a abastança de uns poucos; o drops Dulcora com as balas embaladas era o charme das meninas mais acanhadas e que riam - vermelhas - da própria timidez. Quanto ao resto, e aqui se inclui o cronista satisfeito, restavam as Balas Juquinha, Tamarindo, Frumelo, coisas dos que não conheciam o sabor de ter mesada. No entanto, nada disso tinha muita importância. Im portava mesmo era o desenrolar de papéis quebrando um silêncio de ouro; deixar o Lanterninha - que pena o apagar do seu nome na memória - doido a perseguir garotos como se fossem meliantes.
Se assistia aos filmes, não sei. A mágica era ter o domingo como quem carrega uma carta na manga. E agora, tantos anos decorridos, eu pude lavar essa teia dos olhos, justamente, com um sabonete eucalol saído dos armários das saudades sem preço.


 Depois de ler a crônica de Cristina Nunes, uma lindeza.
Aldo Guerra
Enviado por Aldo Guerra em 14/11/2006
Código do texto: T291550
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aldo Guerra
Rio das Ostras - Rio de Janeiro - Brasil, 60 anos
296 textos (26095 leituras)
3 áudios (490 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:14)
Aldo Guerra