Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu Pedido de Desculpas

Nada pode doer mais para mim que magoar, sem querer, alguém.

Sempre as palavras: que ora aproximam, ora repelem alguém...

Já disse Caetano Veloso que “de perto ninguém é perfeito”. Concordo com a afirmação.
É no dia-a-dia que se conhece as pessoas.

Infelizmente não somos perfeitos, porque se fosse assim não existiria o perdão, o pedido de desculpas.

Sou uma dessas pessoas que sabem reconhecer e aceito a crítica quando sei que “pisei na jaca”.

Então, muitas vezes é preciso saber se recolher, como as plantas fazem no inverno, para florescerem na primavera.

Desculpas, desculpas, desculpas!
Dez mil vezes, desculpas!

Não sou perfeita porque se fosse estaria num outro plano.
Acredite se quiser; a humildade para mim é uma virtude que não abro mão.

E até que eu ouça o retorno do meu apelo, do meu pedido, continuo sofrendo.

Perdão a todos que algum dia por ventura, sem querer, magoei.

Amem.

Amém!
Rosi Venditi
Enviado por Rosi Venditi em 14/11/2006
Código do texto: T291564
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rosi Venditi
São Leopoldo - Rio Grande do Sul - Brasil
30 textos (1977 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 00:05)
Rosi Venditi