Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O PINTOR DE CALÇADAS

O PINTOR DE CALÇADAS
Jorge Linhaça
Porto Alegre, 16/11/2006


  Desci do lotação na rua dos Andradas, no centro de Porto Alegre, doido para comprar um jornal de esportes.
  Entre a segunda e terceira banca que visitei, lá estava ele, ajoelhado sobre a calçada.
  Um recipiente de plástico, guardando seu precioso material de pintura, gizes escolares de várias cores.
  De suas habilidosas mãos, uma obra de arte inusitada
brotava da suja calçada, um sagrado coração de Jesus, entre as nuvens cuidadosamente desenhadas, emoldurado por colunas maviosas e um arco superior.
  Sob essa imagem, prédios de antiga arquitetura, ocultavam parcialmente abóbadas de uma possível catedral.
  Nada mais que giz escolar e escovas de dente velhas, constituíam o seu material de trabalho naquele atelier a céu aberto.
  Fiquei a contemplar o cuidado com que misturava cores com a ponta dos dedos fazendo se sua estranha tela também sua paleta, a calçada se transformando em um quadro.
  Não resisti e em um momento em que parou para acender um cigarro, perguntei-lhe o seu nome:
   - me chamo Oscar, respondeu com sotaque castelhano, em um tom de voz baixo que me fez repetir a pergunta.
   - Sou argentino, mas moro em Porto Alegre agora.
   - Você pinta também em telas? arrisquei perguntar...
   - Pinto, mas aqui é perigoso trazer o material pois é proibido vender antes das 7 horas ( da noite) e depois dessa hora não vale a pena pois já não há quase movimento para esse tipo de trabalho.
   Descobri ainda que seu nome completo é Oscar Fernandez e que pretende retornar à Espanha quando possível.
   Mas o que me chama atenção é o fato da efemeridade de sua obra, com a chuva que se aproxima, por certo ela irá literalmente por água abaixo; mas a alma do artista por certo não se preocupa com isso.
O que importa é mostrar o que lhe vem do interior,( lógico que os poucos trocados que os passantes vão depositando em sua caixa, ajudam, mesmo que seja só para o cigarro e o giz ) e foi a maneira que ele encontrou de fazer seu marketing pessoal; para os mais observadores, uma placa ao lado da sua obra dá o tom de seu talento " Pinta-se Murais"
   Pena que a agitação da cidade, impeça que as pessoas parem mais que poucos minutos para ver a sua técnica de pintar com giz.
   Eu mesmo não vi a sua obra completamente construída, e por certo jamais a verei, pois amanhã o giz já terá se apagado da calçada, mas sempre existirá outra obra a ser executada pelo pintor de calçadas
Jorge Linhaça
Enviado por Jorge Linhaça em 16/11/2006
Reeditado em 16/11/2006
Código do texto: T293231
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Linhaça
Salvador - Bahia - Brasil, 55 anos
3723 textos (711028 leituras)
95 áudios (13093 audições)
1 e-livros (277 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 03:02)
Jorge Linhaça