Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Arte de Portas (nem tão) Abertas"

     Conheci um artista plástico em Santa Tereza. No evento "Arte de Portas Abertas". E como todo bom artista plástico tupiniquim, ele é anti-americano. Entrei em seu ateliê e observei que o artista gostava de trabalhar nas próprias paredes de seu ateliê. Muito bem bolado. Numa quina de parede tinha as velhas pedras da casa expostas e apoiando duas pedras tinha um boneco do sr Incrível, brinquedinho dado com o Mc Lanche Feliz. Mais adiante, em outra quina, servindo como sustentáculo, encontrava-se o Batman. O artista me explicou que os super-heróis são os sustentáculos do mundo. Que nos protegem do terrorismo, dos malvados, dos ditadores, etc. Disse também que prezava a liberdade de espressão em todas as áreas humanas. Quando nos despedimos disse-lhe:
     - Que bom vivermos num país livre e podermos nos expressar! Ainda que sejamos contraditórios, mas a contradição com liberdade é deliciosa, não?
     Ele sorriu e fechou as suas portas.
Rodiney da Silva
Enviado por Rodiney da Silva em 18/11/2006
Código do texto: T294910

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rodiney da Silva
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 46 anos
248 textos (11066 leituras)
2 e-livros (66 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:35)
Rodiney da Silva

Site do Escritor