Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PASSAM

Passam as nuvens, como passa o tempo.Como vão-se as eras, como não vai esta dor no meu peito. Passam dramas, alegrias , as mulheres, só não passa  esta dor no meu peito. Dor de não poder mais ver os olhos azuis, a pele branca, o nariz arrebitado, a boca carnosa, o cabelo loiro cumprido , a curva dos seios na roupa branca, a cintura. Decididamente a única mulher  que prestou atenção em mim. Pobre poeta sem rima nem estrofe.Aquele para quem sequer as profissionais do sexo quiseram saber. O encontro  foi fortuito, na rua em frente á um café. Procurando uma informação  aquele rosto redondo , olhos azuis ofrerecu para tomarmos um chocolate.A tarde estava fria e nublada. Conversamos  por uns pares de horas , fazendo o liquido dos copos esfriar. Contamos nosssos segredos, trocamos telefones , e marcamos novo encontro para dali á uns dois dias . E como foi louco o encontro!  Uma noite inteira de conversas, comida e sexo. A mais eletrizante das experiências que já tive. Do Kama Sutra e de outros livros da Arte do Amor deveria  saber  de cor. E quando a noite se despedia no inicio da manhã, nos também nos despedimos no mesmo café onde tudo começou.

Nunca mais nos encontramos. O telefone, em cima da cômoda esta mudo . As cartas  e e-mails pararam  á muito tempo. Foi somente um instante , um momento. Se foi.

E hoje, olho  as nuvens do céu , que passam, brancas, sem forma, redondas, esguias. Elas passam como passa o tempo, como o tempo passará. Só não passa a dor matreira, insidiosa e culpada que anda dentro do meu peito.

Agora, no entanto,  é tarde já vejo  ao longe a terrível  visita da dama de negro que á todos iguala. Será este o meu fim , deitado, entrevado, sem ter comigo  a única mulher  que chegou a  me notar.
grotius
Enviado por grotius em 20/11/2006
Código do texto: T296699

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
grotius
Santo André - São Paulo - Brasil, 61 anos
444 textos (16460 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:52)