Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
N A T A L

O mundo inteiro prepara para mais um Natal.
É um tempo de alegria, de paz, de luz, de mais amor e de esperança. E é o que todos necessitam neste mundo conturbado:
ESPERANÇA.
Esperança autêntica que nos renova e que nos leva a importar com os outros, com as outras vidas.
A verdadeira esperança não resulta de planejamento, nem da procura da própria esperança. Na verdade ela cresce oriunda de duas convicções básicas: que Deus está no controle, e por amor  Ele intervém em nós.
A experiência e realidade do Natal nos trás sempre algo novo e uma esperança duradoura. Graças ao Altíssimo a nossa esperança está fundamentada na vinda de Cristo ao mundo e a evidência maior dessa esperança é ter Cristo em seu próprio coração.
Podemos dizer com alegria, como os anjos disseram no passado: “Glória a Deus nas maiores alturas, e paz na terra a quem Ele quer bem” – Lucas 2: 14.
Esta é a mensagem divina e profética. O mundo, um dia, foi despertado por ela para um tempo novo na sua história. A mensagem angelical anunciada aos pastores de Belém revelava o propósito do coração de Deus. A paz tão desejada entre os povos, não é um projeto humano, mas sim uma promessa, algo do coração de Deus para o homem. Era e é o cuidado divino para todos que venham a crer nEle. Desfrutamos dessa paz por meio da fé nAquele que tem todo o poder no céu e na terra, para garantir a sua promessa para conosco.
Veiculam por aí, infelizmente, uma corrente doutrinária de não celebração ou comemoração do Natal. Afirmam ser uma festa pagã, porquanto não se sabe com exatidão, a data do nascimento de Jesus.
O Natal não é uma festa pagã, como muitos defendem e apregoam. O Natal é festa cristã e nela celebramos o nascimento do Salvador. É bem verdade que não se sabe a data real do nascimento do Senhor Jesus. A Bíblia não relata, mas Ele veio, e isso é o mais importante. Este é o verdadeiro sentido do Natal, a vinda de Cristo à terra, mas principalmente porque Ele morreu e ressuscitou, e está à destra do Pai, glorificado, e intercede por nós. Está descrito na Palavra de Deus. “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz”-Isaias 9: 6.
Ele é o rei messiânico que prenunciava uma época ideal de paz. O Messias está retratado por quatro nomes: Maravilhoso, Conselheiro – é na realidade um único nome que significa cheio de sabedoria e liderança; Deus Forte – denota sua deidade, característica de Deus; Pai da Eternidade – retrata o relacionamento incessante, terno e amoroso com seu povo; Príncipe da Paz – é uma referência a uma vida rica e harmoniosa. É verdadeiramente glorioso, e seu reino é eterno, isto é, jamais terá fim.
 Ele não é comercialização;
 Celebramos o nascimento do Salvador;
Deus se fez homem e habitou entre nós;
Jesus é a revelação do amor de Deus;
 Jesus é a revelação do plano de Deus;
 Não podemos ignorar os relatos bíblicos a seu respeito, Mateus 1: 18-25//Mat 2//Luc 2: 8-14//Is 9: 6//Miq 5: 2-15, etc.
Meu desejo sincero a cada leitor destas linhas, é que tenha sua consciência amadurecida com o verdadeiro e profundo significado do Natal – JESUS.

Com amor fraternal


Maria Loussa
Respeite os Direitos Autorais


Maria Loussa
Enviado por Maria Loussa em 21/11/2006
Reeditado em 10/12/2008
Código do texto: T297188

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site www.loussa.prosaeverso.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Maria Loussa
Posse - Goiás - Brasil
391 textos (135840 leituras)
5 áudios (370 audições)
4 e-livros (1907 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 22:23)
Maria Loussa

Site do Escritor