Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Três mundos, uma sentença.

                               
Noticiário, jornais, TVS, manchetes, um Lalau magistrado a caminho da prisão. O povo na rua grita, entoa: Ladrão, ladrão. A justiça esta em xeque.
Carros de luxo, mansões, iates, jóias, apartamento no exterior... Escândalo!
Ironia, as leis subjugadas, usadas em detrimento do país.
E a policia?
Homens de fardas, homens da lei.  Pais de família, verdadeiros heróis. Porém, vitimados por uma minoria, à banda podre da própria policia.
Trafico, extorsão, sequestro, verdadeiras quadrilhas, insegurança... Vergonha.

E o povo?

O povo lado fraco, periferia, trágico mundo, favela, barracos... Barracos, a lei impera, lei do silêncio.
Sofrimento, desemprego, abandono social, miséria, meninos inocentes brincado de bandidos.
Chega a policia, desconfiança.

O menino herói bandido, vai a cana. Na cadeia, outro mundo... Mundo cão. Justiça, violência, honra, tudo tem valor, menos a própria vida. Pobre menino, sem liberdade, se entrega aos vícios da cela. Como ele, muitos outros. Frutos de um sistema corrupto, os filhos do descaso, se tornam vitimas do sistema prisional. Em sua maioria não tiveram, educação, cultura, moradia digna, saúde, entre outros direitos básicos, garantidos pela constituição.

Novamente a policia.
A cada dia, nova denúncia. Policias dignos de louvor são maculados pela banda podre, enriquecida na corrupção. Honra, glória, atos de heroísmo e bravura, perdem espaço com toda essa sujeira estampada nas manchetes dos jornais. Justiça, policia, bandidagem. Três mundos, uma sentença.
Morte a dignidade e aos homens de bem.


  Artigo para o jornal SP DE FATO.
Sandro Colibri
Enviado por Sandro Colibri em 21/11/2006
Reeditado em 05/11/2012
Código do texto: T297518
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sandro Colibri
São Paulo - São Paulo - Brasil, 44 anos
523 textos (52441 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:18)
Sandro Colibri