Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ME DICEN EL MATADOR DE LOS CIEN BARRIOS PORTEÑOS , NO TENGO QUE TEMER"

Temer porque, se a vida é curta? E só se vive quem  por acaso  arrisca? Sou matador de aluguel  ou por vontade própria. Faço viúvas e órfãos antes que façam minha mãe ficar sem seu filho. Sou o ! matador de los cien  barrios porteños" , muito embora não tenha saído de São Paulo. Vivo bem  e confortável  em minha  modesta quitinete, que dá vistas para o Minhocão .Sou bandido  moderno, daqueles  que não correm  risco, mato á distância, sem medo  ou preocupação . Sou mais  um dos milhares  de seres globalizados .Conheço o Mundo  todo sem sair da minha sala. Sou assassino  por encomenda. Ontem mesmo, saiba o senhor, ajudei  a acabar com mais uma família sem arredar  o pé de casa. Meu golpe  é rápido e seguro , sem rastro . Comecei assim , sem querer , cometendo um homicídio . Isso mesmo ! Meti duas azeitonas na cabeça de um sujeito . Mas isso já faz tempo que nem mesmo  eu consigo me lembrar. Se foi por causa de mulher ? Pode ser . Só há três  motivos possíveis  para se cometer um crime:  dinheiro, comida ou sexo. Os demais são  só balela . Matar por matar não existe . Escreva isso que eu disse : Matar por matar não existe . Procurando bem lá no fundo  vão achar um destes motivos. Mas, continuando  . Depois desta morte - honrosa devo dizewr - pelo menos para a minha honra de macho dominante e reprodutor; me arranjei, arrumei um emprego, ganhei dinheiro, estudei , me formei e comprei esta quitinete . Aqui a policia  não virá me procurar . E se vier , tenho costas quentes. Muito quentes . Advogados comem nas minhas mãos , e os juízes , os ministros e os desembargadores também.  Não moro exatamente  nesta quitinete. Aqui mora meu corpo , mei eu verdadeiro mora em um site , de um provedor da República Tcheca , que por sua vez  repete um site das ilhas Fidji  e  outro provedor de um ponto  distante no Canadá. Por isso  eles me temem . Sabe que posso mata-los com um leve apertasr de um botão no computador. Sou ou não sou  " el  matador de los cien barrios porteños"?

-Sim- respondeu  finalmente  o homem  que ouvia toda a conversa - Termine de ler o capítulo e vamos dormir. Amanhã vamos ter um dia muito duro pela frente.    
grotius
Enviado por grotius em 22/11/2006
Código do texto: T298712

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
grotius
Santo André - São Paulo - Brasil, 61 anos
444 textos (16464 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 10:28)