Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ritual

O telefone tocou, eu acordei. era ele.

Hoje o dia cheirava a suco de laranja com bolachas recheadas de chocolate,era o cheiro da minha lancheira no pré. nostalgia.

Ele disse que ligava depois do almoço e eu esperei.

Sentei ,acendi um cigarro e pensei fumando, ou fumei pensando, o que eu poderia fazer da minha vida.até agora,nenhuma conclusão.

O telefone não tocou e a tarde foi passando,sozinha,na sala e de pijamas fiquei pensando que uma lasanha era a pedida do dia e que o show do cachorro grande seria a balada.

Não tinha nada para se fazer uma lasanha e os ingressos estavam esgotados.ótimo.adoro dias parados.

Adoro o caramba.

Como que queria que um circo passasse pela minha sala com elefantes,acrobatas,mágicos e palhaços;pipoca doce pras crianças,todo mundo rindo.

O circo não passou.

O telefone não tocou.

Mas eu ainda esperava.

Sentei de novo,acendi outro cigarro,olhei uma foto e o telefone tocou.

Era ele.a mesma voz doce,as mesmas palavras de amor.era ele.sempre ele.

Falou o que tinha pra falar e desligou.

Voltei a minha posição inicial,acendi outro cigarro,liguei os beatles e li.senti saudades.li.senti saudades.li e a saudade passou.

Ritual doentio esse o meu.
melody nelson
Enviado por melody nelson em 23/11/2006
Reeditado em 23/11/2006
Código do texto: T298776
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
melody nelson
São Paulo - São Paulo - Brasil, 28 anos
32 textos (2052 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:15)
melody nelson