Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NARCISO SEM ESPELHO

       

  Há pessoas que já nascem brilhando. Pelo menos na óptica de suas mães e da expectativa da família. "Vejam como é lindo!", "Será ainda mais brilhante que seu pai e seu avô", são frases que se tornam naturalmente presentes a partir de então. A pequena criatura, mesmo antes de aprender a falar, usando fraldas como todo bebê e produzindo aqueles subprodutos da nossa humanidade de bichos, já está fadada ao sucesso. Em sua reduzida compreensão do mundo dos adultos, brinca com a xupeta como todo e qualquer bebê e não passa de um bichinho indefeso e sujeito a irracionalidade da família. Seu destino está selado.

Assim ele crescerá rodeado de aprovações  a sua pessoa,uma imagem  perfeita erguendo-se nos sorrisos e louvores do mundo exterior. Sendo que o exterior então, passa a ser ele mesmo,  avistado num pedestal e assim introjetado novamente como única realidade verdadeira onde quer que  vá.

 Qualquer um de nós já cruzou com espécimes desta natureza,  seja como colega de escola, de trabalho ou mesmo em relações familiares. Eles se tornam tão intocáveis que chegará o momento em que não permitirão sequer a presença de algo que não funcione como espelho e que não lhes traga a confirmação da sua pretensa superioridade. Alcançada uma situação insustentável, deve-se temer por nossa integridade e evitar cruzar com esses inconformados raios laser.

Entretanto, mesmo rejeitando os vidros  onde  o fenômeno da reflexão luminosa  não logra  produzir-se,  nosso Narciso pós moderno anseia pelo dia em que tal forma embrutecida e forjadora de conceitos falsos  sofrerá uma mutação a seu favor, e pra isso não mede esforços em  tentar  imiscuir-se em domínios adversos, sempre contando com uma reviravolta favorável. Todavia, em sua ansiedade poderá dirigir seu foco com mais energia que o bom senso permite e  diz-se no estudo da óptica geométrica que um foco de luz cuja trajetória é interrompida fará deste ponto o caminho inverso em direção ao ponto original. E talvez alguma lei da física ou das relações humanas diga que um objeto lançado contra um alvo complacente, tornará a voltar em direção ao ponto de partida com força igual ou superior à que foi empregada pelo arremessador.

Neste momento, o bebê-adulto sofrerá muito, não vendo seu brilhantismo confirmado  em lagos turvos e indiferentes a sua grandeza. E, quanto mais ele tentar limpar as superfícies refratárias com palavras duras e movimentos tresloucados, mais  turvas e esquerdas ficarão tais estruturas. Pois elas , por sua natureza, tem  na  aparência desagradável sua defesa contra a arrogância dessas luzes produzidas pela energia fátua da vaidade humana.

Com o passar do tempo e o desgaste de um facho produzido com energia não renovável, os espelhos , mesmo os mais bem elaborados puxadores de saco e afins, começarão a ter dificuldades de cumprir seu papel mecânico. Já dizia aquele velho samba  com propriedade:" Narciso rejeita tudo que não é espelho". E o interessante é quando dois desses  se cruzam, como se postula no conceito de independência dos raios de luz: "...um não interfere na trajetória do outro, cada um se comportando como se o outro não existisse." Pois não é que a física imita os humanos?

Vai faltar espelho sim, neste mundo onde não há purpurina que baste pra festejar mediocridades. Seja com bistrô, o tal bistronês, com botão francês ou simplesmente colado. Seja de raro cristal ou de reles vidro,  em paredes palacianas ou pendurado em prego num barraco sujo.  Porque nada fica parado. A evolução, como simples substantivo comum, pode significar nada mais que a transformação constante, pois a vida tem seus ciclos. Os adjetivos, esses sim, ficam por conta da vaidade humana.



tania orsi vargas
Enviado por tania orsi vargas em 24/11/2006
Reeditado em 11/03/2008
Código do texto: T300058
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
tania orsi vargas
Taquara - Rio Grande do Sul - Brasil
742 textos (50139 leituras)
4 áudios (506 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:10)
tania orsi vargas