Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O REVELADOR

  Acontecem coisas muito esquisitas na vida da gente. Algumas delas nos deixam sem graça, e sem saber a maneira correta de proceder.Em resumo, coisas que tiram completamente o rebolado da gente. Que nos deixam meio perdidos e sem rumo.

  Em determinada ocasião, lá por volta dos anos oitenta, eu estava muito animado, e resolvi procurar uma gráfica editora que ficava localizada nas proximidades no Centro Administrativo do Palácio do  Governo do Estado de Goiás para fazer um orçamento do que seria o meu primeiro,  e tão sonhado livro de poesias. Fui muito bem atendido por um senhor muito simpático, (não me lembro o nome) que depois de dar uma rápida passada e de ler uns três ou quatro poemas (pequenos), me fez uma pergunta fulminante: O que você está escrevendo é uma psicografia?
 
  Fiquei meio chateado e respondi que não. Expliquei a ele que, na realidade os meus textos, eram  uma fotografia da minha inspiração e do meu  estado mental, que sem qualquer esforço, eram transformados em versos ou poesias e passados para o papel. Que aquilo, era um dom natural. O homem, que agora se apresentava como diretor comercial da referida empresa, franziu a testa e  não gostou muito da minha explicação. Ele ficou um pouco nervoso, e foi curto e grosso: “Se você disser que isso é uma psicografia, eu publico de graça a primeira edição de mil exemplares. A gente coloca o nome de um espírito  estrangeiro que seja bem conhecido e pronto.  Está tudo resolvido, é sucesso de vendas na certa.  Se você disser que é de sua autoria, isso vai custar bem caro”. Tudo bem?
 Você concorda?
 
  É claro que eu não concordei. Eu não escrevo psicografias. Sou apenas um revelador, revelo as coisas que estão guardadas no arquivo da mente em forma de pensamentos ou de poesias e estou, com certeza plantando as sementes que Deus colocou no meu peito para ajudar as pessoas de um modo bem diferente.
 
  Eu acredito que não estou aqui por acaso. Deus deve ter algum propósito mais específico para a minha vida. Quero que as pessoas se sintam bem com os textos que eu escrevo, que eles, possam ajudar a construir lindas edificações no campo dos sentimentos, e das emoções,e que, possam também se multiplicar, tendo como base o amor do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Essa Trindade Santa que nos inspira, que nos  protege, e que nos ampara para todo e sempre.

  Ah! Eu ia me esquecendo de revelar ou de dizer, que ao sair da referida empresa, olhei para cima e vi um discreto letreiro com a pintura meio apagada,  que dizia: gráfica editora espírita... Dizer ainda, que até a presente data, não publiquei o meu livro. O meu sonho de publicação  encontra-se numa gaveta e parte dele, publicado no Recanto das Letras. Pensando bem, isso não é tão importante. O importante é viver, e encontrar a tão sonhada  felicidade.



Jorge Gil
Enviado por Jorge Gil em 26/11/2006
Reeditado em 13/04/2007
Código do texto: T301760

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o lin para a obra total.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Gil
Goiânia - Goiás - Brasil, 79 anos
867 textos (45736 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 00:16)
Jorge Gil