Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VíCIOS....

Existem pessoas que por motivos alheios ao que a maioria possa imaginar,entra num processo de dependência.
Dependência essa que pode ser da droga farmacológica,qualquer uma que diz que é a novidade do mercado para a doença da moda,e também deste nosso século a “depressão”.
Não que seja uma banalidade,uma doença de “madames”,mas é um estado de total alienação,você se perde de tudo,da vida,da sua essência,acaba ficando deitada por tempo indeterminado,deita-se na cama,e deita-se também para a vida.
Há os que procuram a droga ilícita,achadas em cantos escuros,oferecidos no começo a preços baratos apenas para te encantar,te dá sensações deliciosas,de prazer  imediato, também de saciação imediata que precisa ser alimentada com doses maiores,cada vez mais ,o que antes era barato nos dois sentidos torna-se caro.
Até chegar num caminhos de encruzilhadas,onde você opta a ser puxado no vácuo por forças não imagináveis de pesadelos sem fim,de alucinações ou entrar no caminho da dependência psicológica que no começo  servirá como bengala para que você possa ficar de pé ,para permitir varrer toda a droga contida no seu corpo,através do amor,da paciência,do carinho da luz.
Do mesmo modo que a depressão afeta o ser humano a pessoa que faz uso da droga ilícita também.
Parece fácil ao dizer que só o amor,paciência,nos dá a cura.Mas isso gera uma angústia muito grande em quem se oferece para ajudar.
É necessário que você tenha braços longos,colo aconchegante e também muita paciência para não deixar a mão que você segura se perder nesta imensidão.
Porque  destas comparações?
Há quem diga que a internet destrói casamentos.Não concordo com isso.
Tem épocas na vida das pessoas que nem o casamento os filhos o trabalho sacia mais,é preciso reaver todo o sentido de felicidade.
É fácil dizer_ eu te amo,me preocupo com você_,mas chega na hora que  é melhor pra si,jamais pensando em quem ficou,não se importando com a hora .Não sabem fazer isso direito,não sabem usar o dom de amar,de dar atenção,de estar perto,do beijo do bom dia com gosto de café.
Como diz o psicoterapeuta Roberto Shynyashiki num texto... ( o casamento é a solidão a dois...porque o casamento vira uma gaiola de ouro...).
A internet veio para ocupar o lugar ausente,ele passa a ser o companheiro de todas as horas,quando você precisa ,lá esta ele é só se conectar.Idas e vindas de sala de chat,bate papo,noticias,e lá vc se isola de tudo,dos problemas cotidianos,das brigas com os cônjuges,da gritaria das crianças,porque assim que você se conecta com a internet você se desliga do seu mundo real.
Porisso disse aí em cima que não é a internet que acaba com um casamento,mas o próprio casamento já acabou e falta apenas um deles ter a coragem de sair de casa,ou então o casamento reaviva
Poque a internet é o coadjuvante de seu relacionamento,você pode dar a ele o papel que ele pode representar.
Algumas pessoas melhoram a auto-estima,se apaixonam.
Há quem diz que não se apaixonam na internet porque lá não existe o olho no olho,mas será que não?
Será que o olho no olho não é o seu próprio dentro de vc mesmo?
É você se sentir que de alguma forma alguém do outro lado te ouve,você pode contar até coisas que jamais diria a pessoa que esta do seu lado,talvez por medo de não ser entendido,ou até mesmo da pessoas não ligar o quanto você gostaria que ligasse.
Mas...um dia você descobre que a internet é o único lugar que te dá prazer,e você começa a procurá-la mais ,cada dia mais.não quer sair na rua,perde interesse no real,vive como se apenas o outro lado existisse.
Deixa de querer ver o verde,de querer ouvir o som das pessoas ,de passear,de conhecer pessoas.
Você percebe que aqui também é um vicio,principalmente quando você se magoa,e como se magoa.
Você chora,você ri,você sente os mesmo sentimentos que no real,e até mais forte porque aqui a solidão não é a dois ,é só sua.

                     Myrian Benatti
Ilusão da alma
Enviado por Ilusão da alma em 02/07/2005
Reeditado em 05/07/2005
Código do texto: T30396
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ilusão da alma
Colorado - Paraná - Brasil, 59 anos
55 textos (6028 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 09:56)
Ilusão da alma