Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Papai Noel Chegou pra Mim Bem Antes de Dezembro

Não posso reclamar do ano que tive. Embora algumas intempéries, soube driblá-las com um jeitinho aqui, outro ali...

Para quem pensa que o sentido de Natal é somente todo o marketing do final de ano, engana-se.

Natal é renascer. Vida Nova. Foi neste ano que escolhi “voltar a viver” - meio que parafraseando Jorge Luis Borges em seu poema.

Deixei de lado alguns pré-conceitos que antes aterrorizavam-me e permiti-me reavaliar e a aderir a outros. Tudo em busca de tornar-me uma pessoa mais justa, mais alegre, mais pacienciosa, mais perspicaz, mais ouvinte; menos egoísta, menos ranzinza, menos triste, menos falante.

Na verdade, sempre procuramos nos tornarmos melhores em tudo: seja no trabalho, na família, com amigos, com as pessoas que estão a nossa volta e até mesmo com aquelas que convivemos pouco.

Apostei no que não sabia e considero que o retorno foi o desejado: graças e mais graças por ter ganhado de presente meus queridos alunos, meus colegas de profissão, meus irmãos, meus pais, amigos que há tempo mantemos um forte vínculo de amizade (mesmo distantes).

Veja que estes presentes não vêm só em dezembro: eles chegam a qualquer hora. Basta estarmos receptíveis a chegada de cada um deles, até mesmo de um amor.

Os presentes materiais se vão, quebram-se, saem de moda, doamos sem dó, vendemos, trocamos, não nos apegamos de forma eterna.
Não quero dizer que nas relações humanas isso também não aconteça. Mas, quando o perigo fica à espreita, ficamos vigilantes para perceber e tentar entender as razões que o levam a essa situação.

Por isso, amigos, não esperem a noite do dia 24 ou as trocas de presentes. Reavalie-te. Veja se neste ano foste o que desejaste ser. Assuma-te durante os 365 dias do ano como essa pessoinha que muitas vezes nem mesmo tu conheces.

Talvez haja um outro “eu” escondido aí. Saia detrás da cortina, não fique na sombra nem a espera de outros, dê um novo rumo, não tenhas medo do desconhecido: arrisca-te mais, ria mais e conserve todas essas pessoas e sentimentos contigo.

Jamais estarás só! Porque quem tem Deus e amigos jamais sentir-se-á sozinho. Então presenteie-te!

Não deixe somente para o dia 25 os abraços, a festa, a comemoração. Exercite tudo isso durante o ano. Pois, para o criador este é o melhor presente que podemos oferecer: amarmos uns aos outros como Ele nos ensinou.

É de graça e não custa muito. Basta querer!
Rosi Venditi
Enviado por Rosi Venditi em 28/11/2006
Código do texto: T304281
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rosi Venditi
São Leopoldo - Rio Grande do Sul - Brasil
30 textos (1976 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 08:14)
Rosi Venditi